Falta de chuva faz 25 cidades mineiras decretarem racionamento

Pelo menos 25 cidades de Minas Gerais já tiveram o racionamento decretado pela Copasa, o que afeta mais de 760 mil pessoas, e 78 tiveram decretada situação de emergência pela Defesa Civil por causa da seca, sendo a maioria no Norte do estado

Pelo menos 25 cidades de Minas Gerais já tiveram o racionamento decretado pela Copasa, o que afeta mais de 760 mil pessoas, e 78 tiveram decretada situação de emergência pela Defesa Civil por causa da seca, sendo a maioria no Norte do estado
Pelo menos 25 cidades de Minas Gerais já tiveram o racionamento decretado pela Copasa, o que afeta mais de 760 mil pessoas, e 78 tiveram decretada situação de emergência pela Defesa Civil por causa da seca, sendo a maioria no Norte do estado (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - Pelo menos 25 cidades de Minas Gerais já tiveram o racionamento decretado pela Copasa, o que afeta mais de 760 mil pessoas, e 78 tiveram decretada situação de emergência pela Defesa Civil por causa da seca. A maior parte delas no Norte do estado. Outros 135 municípios podem entrar em rodízio de fornecimento de água, porque são alimentados por rios em situação de risco. 

Atualmente, 20 pontos ao longo das bacias do estado estão em um dos três estágios de risco: alerta, atenção ou restrição, de acordo com a classificação do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam). 

Os períodos mais críticos de falta de água eram os meses de setembro e outubro. Neste ano, a marca passou para julho e, no começo do segundo semestre, a Defesa Civil e a Copasa intensificaram a distribuição de água.

“No ano passado, quando começamos os trabalhos de atendimento aos impactados pela seca em setembro, atendemos 39 cidades. Já neste ano, iniciamos em julho e foram 28 municípios. A perspectiva é aumentar muito mais até dezembro”, afirmou o superintendente administrativo da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), major Welvisson Gomes Brandão. Seu relato foi publicado no jornal Hoje em Dia.

Desde 5 julho, a Defesa Civil gastou R$ 1,676 milhão na distribuição de água para comunidades que sofrem com a seca. Foram 38 caminhões-pipa de dez mil litros cada, totalizando 380 mil litros. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247