Falta de combustível cancela voo partindo de Maceió

O sexto dia de greve dos caminhoneiros já começou afetar a aviação civil; nesta sexta-feira (25) a empresa Azul anunciou o cancelamento de 8 vôos, entre eles, um que partiria de Maceió com chegada em Recife; desabastecimento de combustível no aeroporto seria o principal motivo para o cancelamento; Azul diz que alguns serviços foram suspensos temporariamente e os passageiros afetados pela greve podem realizar a remarcação do bilhete para voar até 31 de maio

O sexto dia de greve dos caminhoneiros já começou afetar a aviação civil; nesta sexta-feira (25) a empresa Azul anunciou o cancelamento de 8 vôos, entre eles, um que partiria de Maceió com chegada em Recife; desabastecimento de combustível no aeroporto seria o principal motivo para o cancelamento; Azul diz que alguns serviços foram suspensos temporariamente e os passageiros afetados pela greve podem realizar a remarcação do bilhete para voar até 31 de maio
O sexto dia de greve dos caminhoneiros já começou afetar a aviação civil; nesta sexta-feira (25) a empresa Azul anunciou o cancelamento de 8 vôos, entre eles, um que partiria de Maceió com chegada em Recife; desabastecimento de combustível no aeroporto seria o principal motivo para o cancelamento; Azul diz que alguns serviços foram suspensos temporariamente e os passageiros afetados pela greve podem realizar a remarcação do bilhete para voar até 31 de maio (Foto: Voney Malta)

Por Rafael Maynart/Gazetaweb.com - A greve dos caminhoneiros que acontece em todo o país entra em seu sexto dia, bloqueando as principais rodovias já começou afetar a aviação civil. Nesta sexta-feira (25), a empresa Azul anunciou o cancelamento de 8 vôos, entre eles, um que partiria de Maceió com chegada em Recife. O desabastecimento de combustível no aeroporto seria o principal motivo para o cancelamento. 

No site da empresa, há um comunicado informando que alguns serviços foram suspensos temporariamente e que os passageiros que forem afetados pela greve, podem realizar a remarcação do bilhete para voar até o próximo dia 31 de maio. 

"Informamos que estamos acompanhando e já estamos sabendo as últimas notícias sobre a greve dos caminhoneiros, Ainda assim, tivemos que realizar alguns cancelamentos em nossas operações. Entretanto, nossa equipe segue trabalhando para mantê-las normalizadas. A companhia disponibiliza o cancelamento ou a remarcação do bilhete para voar até dia 31 de maio para os Clientes impactados pela greve", diz trecho do informativo.

No site da Infraero tem um comunicado para os passageiros informando que a empresa está em contato com os órgãos públicos para garantir a chegada dos combustíveis até os aeroportos administrados por ela.

Além disso, ela orienta aos passageiros que procurem suas respectivas companhias aéreas para se informarem sobre possíveis cancelamentos. Confira trecho da nota da Infraero:

"A Infraero está monitorando o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais e já alertou aos operadores de aeronaves que avaliem seus planejamentos de voos para que cada um possa definir sua melhor estratégia de abastecimento de acordo com o estoque disponível na origem e destino do voo. A Infraero compreende o direito de manifestação, mas entende que os protestos devem ocorrer sem afetar o direito de ir e vir das pessoas, bem como a segurança das operações aeroportuárias."

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247