FBC confirma conclusão da Transposição para 2015

O Ministério da Integração Nacional pretende concluir e entregar as obras da Transposição do Rio São Francisco até 2015; para tanto, cerca de 2 mil trabalhadores deverão ser incorporados às frentes de trabalho até o próximo mês de outubro; atualmente, cerca de 5,8 mil pessoas trabalham nas obras da Transposição que, segundo o ministro Fernando Bezerra Coelho, já está 50% concluída

FBC confirma conclusão da Transposição para 2015
FBC confirma conclusão da Transposição para 2015
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 - O Ministério da Integração Nacional pretende concluir e entregar as obras da Transposição do Rio São Francisco até 2015. Para tanto, cerca de 2 mil trabalhadores deverão ser incorporados às frentes de trabalho até o próximo mês de outubro.  Os trabalhadores serão alocados no trechos do canal que passa por Mauriti, no Ceará; São José de Piranhas e Monteiro, na Paraíba; e Sertânia, em Pernambuco. Atualmente, cerca de 5,8 mil pessoas trabalham nas obras da Transposição que, segundo o ministro Fernando Bezerra Coelho, já está 50% concluída.

No início desta semana, foi concluído o processo de licitação para a chamada 3 Leste e, na próxima semana, deverá ser emitida a ordem de serviço para a execução do último trecho do Eixo Leste, em Monteiro (PB). A próxima licitação é para a chamada 3 Norte, em Mauriti (CE) e São José de Piranhas (PB). Com a entrada em operação destas novas frentes, toda a obra da Transposição será retomada integralmente.

O projeto, que prevê a distribuição de água para quase 12 milhões de pessoas em 390 municípios do Nordeste, estava orçado inicialmente em R$ 4 bilhões, mas o projeto foi reajustado e o valor atual deverá chegar R$ 8 bilhões. Desde o início da implantação do projeto, ainda no governo Lula, até junho deste ano, já foram desembolsados R$ 3,4 bilhões.

“Em 2015 deveremos estar com todo o empreendimento concluído. Não só as obras dos dois eixos, como também as obras que chamamos de funcionalidade, que são os sistemas de abastecimento de água para 320 comunidades que ficam à margem dos eixos”, disse o ministro Fernando Bezerra Coelho ao jornal Valor Econômico. . 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247