FBI entra na investigação sobre compra de votos da Rio 2016

FBI está investigando a suposta compra de votos para que o Rio de Janeiro fosse escolhido como cidade sede das Olimpíadas de 2016; objetivo é descobrir uma possível participação do sistema financeiro dos Estados Unidos nas transações ligadas ao pagamento de propinas; na última sexta-feira (6), o COI suspendeu o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e afastou o presidente da entidade, o brasileiro Carlos Arthur Nuzman, dos cargos internacionais

Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 06/08/2016- Ciclismo de Estrada- Rio 2016. Foto: Renato Sette Camera/ EOM/ RIotur
Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 06/08/2016- Ciclismo de Estrada- Rio 2016. Foto: Renato Sette Camera/ EOM/ RIotur (Foto: Paulo Emílio)

247 - O FBI está investigando a suposta compra de votos para que o Rio de Janeiro fosse escolhido como cidade sede das Olímpiadas de 2016. O objetivo é descobrir uma possível participação do sistema financeiro dos Estados Unidos nas transações ligadas ao pagamento de propinas. Neste final de semana, o Comitê Olímpico Internacional (COI) disse que "novas revelações" sobre o caso serão anunciadas em breve.

Na última sexta-feira (6), o COI suspendeu o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e afastou o presidente da entidade, o brasileiro Carlos Arthur Nuzman, dos cargos internacionais. O anúncio ocorreu poucos dias após Nuzman ser preso pela Polícia Federal pela suspeita de compra de votos para a escolha do Rio como cidade sede dos Jogos Olímpicos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247