Fernandão morre em queda de helicóptero em Goiás

Aeronave caiu logo após levantar voo no município de Aruanã (GO), a 315 km de Goiânia; acidente aconteceu na madrugada deste sábado (7), quando saia de um acampamento às margens do Rio Araguaia; ídolo do Goiás e do Inter de Porto Alegre, Fernandão tinha 36 anos e foi o único dos cinco ocupantes a ser resgatado ainda com vida pelos bombeiros; ele chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu; entre os mortos está o pecuarista Antônio Pádua, primo do governador Marconi Perillo

RS -  INTER/JUVENTUDE - ESPORTES - Lance da partida entre as equipes do Inter x Juventude, realizada no Estadio Beira Rio, em Porto Alegre, valida pela final do Campeonato Gaucho. 04/05/2008  
Foto: JEFFERSON BERNARDES/PREVIEW.COM
RS - INTER/JUVENTUDE - ESPORTES - Lance da partida entre as equipes do Inter x Juventude, realizada no Estadio Beira Rio, em Porto Alegre, valida pela final do Campeonato Gaucho. 04/05/2008 Foto: JEFFERSON BERNARDES/PREVIEW.COM (Foto: Realle Palazzo-Martini)

Do portal A Redação, Goiânia - O ex-jogador do Goiás e do Internacional de Porto Alegre Fernando Lúcio da Costa, o Fernandão, morreu vítima de um acidente de helicóptero que caiu logo após levantar voo no município de Aruanã (GO), distante 315 km da capital, Goiânia. O acidente aconteceu na madrugada deste sábado (7), por volta das 2 horas. Fernandão tinha 36 anos.

Viajavam com ele o coronel da reserva Milton Ananias, que pilotava a aeronave; o vereador de Palmeiras de Goiás e ex-presidente da Câmara Municipal da cidade, Cabo Edmilson de Souza Leme; um funcionário da empresa proprietária da aeronave, Planalto Máquinas Agrícolas, Lindomar Mendes Vieira; e o pecuarista Antônio Pádua, primo do governador Marconi Perillo.

O acidente aconteceu quando saíam de um acampamento localizado a 12 km de Aruanã, às margens do Rio Araguaia. Segundo o Corpo de Bombeiros, testemunhas informaram que a aeronave caiu logo após a decolagem.

Com a queda, o helicóptero partiu-se ao meio. Fernandão foi o único a ser encontrado ainda com vida pelos bombeiros, que o transferiram para o hospital, onde o jogador já chegou sem vida. O helicóptero saía do acampamento com destino à casa do atleta, também em Aruanã (GO).

Carreira vitoriosa

Fernandão foi revelado pelo Goiás em 1995. Jogou no clube esmeraldino até 2001, quando foi vendido para o Olympique de Marselha, na França, onde também defendeu o Tolouse. Voltou ao Brasil em 2004 para jogar no Internacional de Porto Alegre, onde viveu sua fase mais vitoriosa.

Em sua estreia pelo time gaúcho, no clássico Gre-Nal, marcou o milésimo gol do confronto entre os dois clubes. Em 2006, comandou a campanha em que o Colorado venceu a Taça Libertadores da América e o Mundial de Clubes da Fifa sobre o favorito Barcelona.

Ficou no clube Gaúcho até 2008 quando foi jogar no Al-Gharafa do Catar, retornando ao Brasil e ao Goiás em 2009. No ano de 2010 foi jogar pelo São Paulo, onde, em 2011, encerrou sua carreira. Meses depois foi nomeado Diretor-Executivo do Internacional, e logo em seguida substituiu Dorival Júnior no comando do time, cargo que ocupou até novembro do mesmo ano.

Fernandão estava iniciando uma nova trajetória, dessa vez como comentarista televisivo, pelo canal fechado SporTv.

Na manhã deste sábado, o Inter divulgou uma nota em que lamenta a morte prematura do ídolo. Confirma abaixo:

O Sport Club Internacional e a nação colorada estão de luto. Fernando Lúcio da Costa, o Fernandão, perdeu a vida em um acidente de helicóptero ocorrido na madrugada deste sábado (7/6) em Aruanã-GO.

O momento é de profundo pesar pela partida prematura do ídolo de 36 anos, mas o que fica são lembranças gloriosas de um atacante que honrou a camisa do Internacional com seu espírito de liderança, sendo um dos jogadores mais importantes dos 105 anos do Clube.

Fernandão atuou em 190 partidas e marcou 77 gols – o primeiro deles, logo na sua estreia, em 2004, foi o de número 1000 da história do Gre-Nal. Nascido em Goiânia, mas plenamente identificado com Porto Alegre, foi o capitão do time nas inesquecíveis conquistas da Libertadores da América e do Mundial FIFA, ambas em 2006, e também desempenhou no Colorado as funções de diretor técnico, em 2011, e de treinador, em 2012. Os títulos do Gauchão (2005 e 2008) e da Recopa (2007) também fazem parte da sua trajetória.

O Clube do Povo se solidariza com a família e com todos os fãs de Fernandão. Força!

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247