Ferramenta online vai facilitar acompanhamento de programas sociais em MG

Desenvolvida pela Fundação João Pinheiro, a ferramenta foi apresentada em reunião na Cidade Administrativa com a participação da secretária de Trabalho e Desenvolvimento Social, Rosilene Rocha; para o presidente da Fundação João Pinheiro, Roberto Nascimento, “É uma ferramenta que vai favorecer a localização dos municípios e distritos, que vai nos permitir trabalhar com dados mais especializados e menos desagregados”

Crédito: Carlos Alberto / Imprensa - MG Local: Prédio Minas - sala 6 do 14º andar do Prédio Minas Data: 16-02-2018 Assunto: Reunião para apresentação de plataforma de Georreferenciamento de dados, desenvolvida pela Fundação João Pinheiro
Crédito: Carlos Alberto / Imprensa - MG Local: Prédio Minas - sala 6 do 14º andar do Prédio Minas Data: 16-02-2018 Assunto: Reunião para apresentação de plataforma de Georreferenciamento de dados, desenvolvida pela Fundação João Pinheiro (Foto: Charles Nisz)

Agência Minas - Visando a maior efetividade dos programas sociais, o Governo de Minas Gerais criou uma plataforma online baseada nos dados georreferenciados das ações da Estratégia de Enfrentamento da Pobreza no Campo.

Desenvolvida pela Fundação João Pinheiro, a ferramenta foi apresentada em reunião na Cidade Administrativa com a participação da secretária de Trabalho e Desenvolvimento Social, Rosilene Rocha, do presidente da Fundação João Pinheiro, Roberto Nascimento, da assessora Estratégica de Programas Especiais da Sedese, Aidê Cançado, do secretário de Estado adjunto da Seplag, César Lima, e da assessora do governador Sandra Brandão.

“É uma ferramenta que vai favorecer a localização dos municípios e distritos, que vai nos permitir trabalhar com dados mais especializados e menos desagregados”, afirmou o presidente da Fundação João Pinheiro, Roberto Nascimento, acrescentando ser esta “uma oportunidade única para a Fundação contribuir com o processo de desenvolvimento de políticas e ações de desenvolvimento social, para diminuir as desigualdades sociais e econômicas do estado”.

Para a secretária de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, Rosilene Rocha, será um grande passo para os programas da Sedese, pois através desta nova ferramenta, ficará mais fácil monitorar a pobreza rural e visualizar as maiores necessidades dos municípios. “Vai ser visualmente mais fácil saber os programas que atendem e os que não atendem”, afirmou.

Ferramenta simples e de fácil acesso

A nova ferramenta de monitoramento da Estratégia de Enfrentamento da Pobreza no Campo vai ajudar a minimizar as desigualdades regionais e oferecer dados mais especializados por município, mapas das estradas, das rodovias.

Para o assessor de Tecnologia e Informação da Fundação João Pinheiro, João Grigolleti, a ferramenta é simples, interativa e de fácil acesso para os gestores. “É uma plataforma ativa, de visualização de dados geolocalizados. Ela foi feita para se obter informação em tempo real”, afirma, completando que estes dados podem estar na área da educação, trabalho, renda, entre outras políticas públicas. “Quando é feito o cadastramento, o mapa abre, mostra o ponto de interesse”, explica o especialista.

Outra possibilidade que o novo sistema vai acompanhar, por região, é a quantidade de atendimento que já foi feito para identificar a política pública já implementada no local. “Os dados podem ser alternados por sistema, apresentar cores que podem ser definidas pelos gestores. É uma plataforma temática, não de análise”, explica o assessor.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247