Ferro: João Paulo cria situação desagradável

Aliado do prefeito do Recife, Joo da Costa, deputado Fernando Ferro compra mais uma vez a briga do gestor e afirma, em entrevista Rdio Folha, que o ex-prefeito Joo Paulo tem uma leitura equivocada da sucesso da capital do Estado

 Ferro: João Paulo cria situação desagradável
Ferro: João Paulo cria situação desagradável (Foto: Brizza Cavalcante/SEFOT-SECOM)

PE247 – O comando do PT pernambucano tinha acordado com suas principais lideranças que as recorrentes trocas de farpas entre seus membros não deveria mais ocorrer via imprensa. Mas, como “petista bom” é petista com a língua afiada, esse negócio não parece estar dando muito certo. Vez por outra, sempre tem um filiado à agremiação que não consegue, ao ser provocado, conter o “carinho” que sente por determinado correligionário. Em entrevista à Rádio Folha, na manhã desta quinta-feira (23), o deputado federal Fernando Ferro voltou a dar aquela velha cutucada no seu, agora, desafeto, o também deputado federal João Paulo, afirmando que o ex-prefeito “tem uma leitura equivocada” da sucessão do Recife e que cria uma “situação desagradável”, no seu interminável embate com o prefeito João da Costa.

Fernando Ferro tem se caracterizado como um dos maiores defensores públicos da gestão e, principalmente, do direito à reeleição do prefeito João da Costa. Costumeiramente, o deputado tem afirmado que o gestor tem legitimidade para pleitear o posto de candidato único da Frente Popular na corrida sucessória da capital do Estado. Há quem diga, dentro do PT, que Fernando Ferro, por, até bem pouco atrás, ser próximo a João Paulo, tentou interceder na briga dos Joões. Sempre sem sucesso.

Na mesma entrevista à Rádio Folha, Ferro garantiu que sua posição – próxima ao prefeito João da Costa - se deve por conta do projeto petista no Recife. “Estou próximo do PT. Próximo do projeto do PT que ajudei a eleger.Tenho muito orgulho de ter participado com João Paulo da luta para eleger João da Costa, desde os primeiros momentos, quando muitos se recusavam a apoiá-lo. Da mesma forma que João Paulo teve legitimidade para a apresentar um nome, entendo que João da Costa também tem. Está tudo dentro da regra do jogo”, argumentou o parlamentar.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247