Fifa promete incentivar escolha de mais de uma sede para Copa de 2026

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta quinta-feira que pretende incentivar a escolha de mais de uma sede para a Copa do Mundo de 2026, envolvendo três ou quatro países com quatro ou cinco estádios cada; "Iremos incentivar sedes compartilhadas para a Copa do Mundo porque precisamos que a Fifa mostre que somos sensatos, e temos que pensar na sustentabilidade de longo prazo", disse o líder da entidade mundial de futebol

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta quinta-feira que pretende incentivar a escolha de mais de uma sede para a Copa do Mundo de 2026, envolvendo três ou quatro países com quatro ou cinco estádios cada; "Iremos incentivar sedes compartilhadas para a Copa do Mundo porque precisamos que a Fifa mostre que somos sensatos, e temos que pensar na sustentabilidade de longo prazo", disse o líder da entidade mundial de futebol
O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta quinta-feira que pretende incentivar a escolha de mais de uma sede para a Copa do Mundo de 2026, envolvendo três ou quatro países com quatro ou cinco estádios cada; "Iremos incentivar sedes compartilhadas para a Copa do Mundo porque precisamos que a Fifa mostre que somos sensatos, e temos que pensar na sustentabilidade de longo prazo", disse o líder da entidade mundial de futebol (Foto: Romulo Faro)

DOHA (Reuters) - O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta quinta-feira que pretende incentivar a escolha de mais de uma sede para a Copa do Mundo de 2026, envolvendo três ou quatro países com quatro ou cinco estádios cada.

Falando durante uma visita ao Catar, que irá sediar o Mundial de 2022, Infantino também disse que não está "nem um pouco preocupado" com a violência das torcidas na Copa de 2018 na Rússia.

"Iremos incentivar sedes compartilhadas para a Copa do Mundo porque precisamos que a Fifa mostre que somos sensatos, e temos que pensar na sustentabilidade de longo prazo", disse o líder da entidade mundial de futebol.

"Está perfeitamente alinhado com nossa (política de) sustentabilidade e legado unir talvez dois, três, quatro países que juntos podem apresentar um projeto com três, quatro, cinco estádios cada. Certamente o incentivaremos. Idealmente os países serão próximos uns dos outros para facilitar as viagens", acrescentou Infantino.

(Por Tom Finn)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247