Filho de João Goulart lança livro em Salvador

A biografia “Jango e Eu – Memórias de Um Exílio Sem Volta” narra o exílio do ex-presidente João Goulart (1918-1976) após o Golpe Militar no Brasil; mais de 50 anos depois e a partir de suas memórias de infância, adolescência e início da fase adulta, João Vicente Goulart, filho do ex-presidente, recupera um período turbulento, com relatos da vida no Uruguai (onde foi alfabetizado), fazendo um verdadeiro inventário afetivo e histórico da família Goulart

A biografia “Jango e Eu – Memórias de Um Exílio Sem Volta” narra o exílio do ex-presidente João Goulart (1918-1976) após o Golpe Militar no Brasil; mais de 50 anos depois e a partir de suas memórias de infância, adolescência e início da fase adulta, João Vicente Goulart, filho do ex-presidente, recupera um período turbulento, com relatos da vida no Uruguai (onde foi alfabetizado), fazendo um verdadeiro inventário afetivo e histórico da família Goulart
A biografia “Jango e Eu – Memórias de Um Exílio Sem Volta” narra o exílio do ex-presidente João Goulart (1918-1976) após o Golpe Militar no Brasil; mais de 50 anos depois e a partir de suas memórias de infância, adolescência e início da fase adulta, João Vicente Goulart, filho do ex-presidente, recupera um período turbulento, com relatos da vida no Uruguai (onde foi alfabetizado), fazendo um verdadeiro inventário afetivo e histórico da família Goulart (Foto: Charles Nisz)

Bahia 247 - Num diálogo direto com o percurso da peça “Jango: Uma Tragédya”, escrita por Glauber Rocha, em 1976, a biografia “Jango e Eu – Memórias de Um Exílio Sem Volta” (Ed. Civilização Brasileira, 2016) narra o exílio do ex-presidente João Goulart (1918-1976) – popular como Jango – após o Golpe Militar no Brasil.

Mais de 50 anos depois e a partir de suas memórias de infância, adolescência e início da fase adulta, João Vicente Goulart, filho do ex-presidente, recupera um período turbulento, com relatos da vida no Uruguai (onde foi alfabetizado), fazendo um verdadeiro inventário afetivo e histórico da família Goulart.

Passando ainda pelo avanço dos governos totalitários nas Américas, o fim da relativa liberdade com a queda da democracia uruguaia, a mudança da família para a Argentina. E os encontros com Paulo Freire, Glauber Rocha, Juan Domingo Perón, entre outros amigos ilustres de Jango.  O bate-papo e a sessão de autógrafos com o autor serão nos dias 12 e 13/01, no Teatro Vila Velha, após a apresentação do espetáculo – que tem início às 20h.

João Vicente Goulart - é um filósofo e político brasileiro, filho do ex-presidente da República João Goulart. Foi um dos fundadores do Partido Democrático Trabalhista (PDT) ao lado do seu tio Leonel Brizola. É fundador e atual presidente do Instituto João Goulart, que é voltado à pesquisa histórica e a reflexão sobre o processo político brasileiro em prol da soberania nacional. Exerceu ao longo da vida um mandato de deputado na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em 1982. Seu livro  “Jango e eu - Memórias de um exílio foi finalista do Prêmio Jabuti.

Jango -  João Belchior Marques Goulart, conhecido também pelo apelido de Jango, foi presidente do Brasil entre os anos de 1961 e 1964, quando foi deposto pelo Golpe Militar de 1964. João Goulart nasceu na cidade gaúcha de São Borja, em 1º de março de 1919, e faleceu na cidade argentina de Mercedes, em 6 de dezembro de 1976.

Lançamento do livro Jango e Eu – Memórias de Um Exílio Sem Volta
Dias: 12 e 13/01
Horário: Após a apresentação do espetáculo Jango: Uma Tragédya – a partir das 20h
Local: Teatro Vila Velha - Passeio Público, S/N, Campo Grande - Salvador – BA
Informações: (71) 3083-4600
www.teatrovilavelha.com.br

Editora Civilização Brasileira, 2016
378 págs.
Preço: R$ 64,90

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247