Fim da cobertura do Mané já representa 94% da obra

Com a finalização da cobertura do Estádio Nacional de Brasília, operários correm para acelerar a instalação das 70 mil cadeiras de plástico; profissionais também trabalham para concluir a instalação dos dois placares eletrônicos; a 25 dias da inauguração oficial, o governo corre para finalizar as obras de acesso ao Mané Garrincha, como calçadas, estacionamento e gramado ao redor da arena; já o gramado do estádio vai ser colocado apenas no dia 15 de abril; promessa do governo é inaugurar espaço no aniversário de 53 de anos de Brasília, no dia 21

Fim da cobertura do Mané já representa 94% da obra
Fim da cobertura do Mané já representa 94% da obra
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Juliane Sacerdote _Brasília 247 - Como o secretário extraordinário da Copa do Distrito Federal havia anunciado na semana passada, a cobertura do Estádio Nacional Mané Garrincha foi concluída nesta terça-feira 26. O último 'gomo' foi instalado pelo técnicos em cerca de vinte minutos. São 48 'gomos' no total.

A cobertura é formada por uma membrana auto-limpante. Isto é, feita de um material que vai usar a luz do sol e a água da chuva para manter-se limpa e branca. Com esse passo, a obra já está 94% concluída.

Os operários seguem em ritmo acelerado para concluir a instalação das 70 mil cadeiras de plástico e a colocação dos placares eletrônicos. O gramado já está plantado em uma fazenda em Sergipe e vai ser colocado no Mané Garrincha no dia 15 de abril, exatamente dois meses antes da abertura da Copa das Confederações.

Se tudo ocorrer como o governo do Distrito Federal espera, a obra vai ser inaugurada no aniversário de Brasília, no dia 21 de abril. Em maio estão previstos os dois jogos testes: no dia 18 de maio, a final do Campeonato Candango, e no dia 25 do mesmo mês, a disputa entre Santos e Flamengo pelo Campeonato Brasileiro.

Pendências

Mesmo com o corre-corre, o secretário extraordinário da Copa do Distrito Federal já adiantou que nem tudo que está no projeto vai ser concluído para a Copa das Confederações. Alguns itens só vão ser entregues para a Copa de 2014 e outros apenas depois dos mundial de futebol.

O atraso, segundo o governo, se deve à suspensão dos dois editais de urbanismo e paisagismo ao redor da arena pelo Tribunal de Contas do DF. Os auditores apontaram suspeitas de superfaturamento e problemas nos projetos. Os projetos foram liberados do dia 14 de março. [Relembre aqui]

Em entrevista ao Brasília 247 na semana passada, Cláudio Monteiro destacou que as calçadas e as obras mais básicas ao redor do estádio vão ser feitas. Ou seja, os torcedores e turistas não vão encontrar uma "cara de canteiro de obras" com restos de material no chão e partes sem pintura ou acabamento no dia do jogo entre Brasil e Japão no dia 15 de junho.

"Vamos conseguir fazer as calçadas para a Copa das Confederações e todas as obras de acesso, que vão possibilitar a população encontrar a arena de cara nova e não com aquele aspecto de obras. Vamos entregar o estádio em perfeitas condições para o Jogo Brasil e Japão no dia 15 de junho", destacou.

Mas o secretário explicou que a construção dos dois túneis de ligação [entre a arena e o Centro de Convenções Ulysses Guimarães e o que sai do Parque da Cidade em direção ao Clube do Choro] vão ser feitos apenas para a Copa de 2014, assim como a construção da ligação entre as W4 e W5 Norte e Sul.

Já as ciclovias e o urbanismo completo na zona central da cidade vão ser entregues apenas depois dos jogos. A justificativa do GDF é que algumas estruturas pedidas pela FIFA podem ser temporárias e a parte definitiva vai ser feita depois.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email