Flamengo decepciona e perde por 2 a 1 para o Boavista

Papai Joel, no desespero, coloca todos os seus atacantes em campo, e de nada adiantou; Love, que marcou, coloca culpa no juiz

Flamengo decepciona e perde por 2 a 1 para o Boavista
Flamengo decepciona e perde por 2 a 1 para o Boavista (Foto: RUI PORTO FILHO/AGÊNCIA ESTADO)

A estreia na Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, também foi decepcionante para a torcida do Flamengo. Assim como o Fluminense, que perdeu, e o Vasco, que empatou, o time rubro-negro não conseguiu vencer. Perdeu, por 2 a 1, para o Boavista, no estádio Claudio Moacyr, em Macaé, mesmo com a equipe titular em campo.

O técnico Joel Santana, no entanto, não pôde contar com o lateral-direito Leonardo Moura, lesionado, e o meia Ronaldinho Gaúcho, que disputou amistoso na última terça com a seleção brasileira. Ao sair na frente, logo no início do jogo, o Flamengo encheu de esperança o seu torcedor. Mas não jogou bem. O time, pouco inspirado, teve muita dificuldade em sair para o ataque.

Pela terceira vez, o time usou a camisa 3 e, como nas duas oportunidades anteriores, não conseguiu vencer. Apesar do futebol ruim apresentado pelo Flamengo, a vitória do Boavista saiu em um gol polêmico, muito contestado pelos jogadores rubro-negros.

O JOGO - O Flamengo abriu o placar logo aos 4 minutos. Deivid arriscou de longe, a bola bateu na trave e sobrou para Vágner Love, sozinho. Ele furou, mas se recuperou e, na segunda tentativa, tirou do goleiro e marcou. Aos 26, Deivid tocou para Vágner Love, dentro da área, que chutou em cima do goleiro.

Aos 45 minutos, após bola levantada na área, Bruno Costa acertou a trave de Felipe. Na sequência do lance, o Boavista continuou no ataque, Thiaguinho foi derrubado na área por Maldonado e o árbitro marcou pênalti. Somália bateu e marcou o gol de empate.

O Boavista virou aos 11 minutos do segundo tempo. Após cobrança de escanteio de Paulo Rodrigues, Galhardo agarrou Sheslon, que levantou o braço. A bola resvalou na mão do lateral-direito e tirou completamente Felipe da jogada. O goleiro ainda tocou na bola antes dela entrar. O árbitro deu o gol para Rodrigues.

Durante o restante do jogo, o Flamengo tentou pelo menos chegar ao empate, mas sem objetividade. Apesar de maior presença no campo de ataque, o time rubro-negro não conseguiu criar boas chances. Aos 42 minutos, após confusão na área do Boavista e troca de agressões, o goleiro Thiago e o meia Renato foram expulsos. O volante Leandro Teixeira assumiu o posto no gol, mas faltava pouco tempo e o Flamengo não conseguiu marcar.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 x 2 BOAVISTA

FLAMENGO - Felipe; Rafael Galhardo, Welinton, David Braz e Junior Cesar; Willians (Maldonado), Muralha, Renato e Bottinelli (Negueba); Vágner Love e Deivid (Diego Maurício). Técnico: Joel Santana.

BOAVISTA - Thiago; Sheslon, Bruno Costa, Luiz Alberto e Paulo Rodrigues; Leandro Teixeira, Júlio César, Thiaguinho (Léo Pimenta), Tony e Ernani (Marlon); Somália (Fábio Braz). Técnico: Alfredo Sampaio.

GOLS - Vágner Love, aos 4, e Somália (pênalti), aos 46 minutos do primeiro tempo; Paulo Rodrigues, aos 11 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Botinelli, Deivid e Felipe (Flamengo); Thiaguinho, Bruno Costa, Paulo Rodrigues e Tony (Boavista).

CARTÕES VERMELHOS - Renato (Flamengo); Thiago (Boavista).

ÁRBITRO - Felipe Gomes da Silva.

RENDA - R$ 37.920,00.

PÚBLICO - 2.461 pagantes.

LOCAL - Estádio Claudio Moacyr de Azevedo, em Macaé (RJ).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247