Florence comemora renegociação de dívidas de agricultura familiar

Um dos articuladores da derrubada dos vetos do presidente Michel Temer ao Projeto de Renegociação das Dívidas da Agricultura Familiar, o deputado Afonso Florence (PT-BA) afirma que foi uma grande conquista e “será possível a renegociação tanto das dívidas dos fundos constitucionais, como das com fontes mistas. Além disso, vamos estender a renegociação das agroindústrias com (DAP), CPR da CONAB, do PAA, de ribeirinhos do lago de Sobradinho e dívidas do Desenbahia”; parlamentar alerta que a vigência para adesão é “até 27 de dezembro próximo para que todas as associações, cooperativas e produtores individuais renegociem suas dívidas”

Florence comemora renegociação de dívidas de agricultura familiar
Florence comemora renegociação de dívidas de agricultura familiar (Foto: Gustavo Bezerra/PT)

Bahia 247 - O Congresso Nacional derrubou os vetos do presidente Michel Temer ao Projeto de Renegociação das Dívidas da Agricultura Familiar.  Na Câmara a votação foi de 360 votos a 2 e no Senado, 50 foram favoráveis e um votou contra. As lideranças de todas as bancadas na Câmara e no Senado orientaram a derrubada do veto, com exceção do partido Rede Sustentabilidade.

Após amplo debate e articulação do deputado federal Afonso Florence (PT-BA), os movimentos da agricultura familiar e reforma agrária, a partir de agora, têm a garantia de renegociar suas dívidas.

Florence afirma que esta é uma grande conquista da agricultura familiar e ressalta que “com isso será possível a renegociação tanto das dívidas dos fundos constitucionais, como das com fontes mistas. Além disso, vamos estender a renegociação das agroindústrias com (DAP), CPR da CONAB, do PAA, de ribeirinhos do lago de Sobradinho e dívidas do Desenbahia”.

Florence construiu o acordo com a deputada Tereza Cristina (DEM), presidente da Frente Parlamentar da agropecuária (FPA), no próprio plenário da Câmara, para que se o presidente Temer vetasse artigos da Lei 13.606/2018 ele fosse derrubado. O que aconteceu hoje à noite.

Agora, “temos que divulgar que a vigência para adesão está até 27 de dezembro próximo para que todas as associações, cooperativas e produtores individuais renegociem suas dívidas” concluiu Florence.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247