Fontana defende imposto sobre grandes fortunas como alternativa ao rombo

Em balanço dos 15 meses de Temer à frente do governo, o deputado Henrique Fontana (PT-RS) criticou o que chamou de verdadeira derrocada do País, com o aumento do  desemprego, que hoje atinge 14 milhões de pessoas; para Fontana, uma das soluções para sanar o déficit das contas públicas é a adoção do imposto sobre grandes fortunas; "Você disse que a solução para o Brasil seria a reforma da Previdência. Pois coloque para votar o imposto sobre grandes fortunas, isso sim está entre as soluções para as contas públicas do país", disse o deputado, se dirigindo ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

henrique fontana
henrique fontana (Foto: Charles Nisz)

Rio Grande do Sul 247 - O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) usou a tribuna da Câmara, nesta terça-feira (15/08), para fazer um breve balanço dos 15 meses desde que Michel Temer assumiu a presidência da República. O parlamentar lembrou que os responsáveis pelo golpe parlamentar sofrido pela presidenta Dilma Rousseff, em 2016, diziam que iriam retomar o crescimento, melhorar a vida do povo e reestruturar as contas públicas, mas o que vemos hoje é uma escalada de perdas e de declínio que passa o país.

"O que aconteceu neste um ano e três meses de governo foi uma verdadeira derrocada em nosso país. O desemprego cresceu e hoje atinge mais de 14 milhões de pessoas, o corte no Bolsa Família já chega a 1,2 milhão de famílias. Mas para os ruralistas, o governo anunciou R$ 10 bilhões para renegociação de dívidas, e, agora, diz que é preciso aumentar o déficit público", criticou o deputado.

Mas, então, o que fizeram nestes meses? "Cortaram Bolsa Família, Farmácia Popular e outros programas sociais, paralisaram investimentos, como os que vinham do PAC, e, ainda, aumentaram o déficit público de R$ 146 milhões para R$ 178 milhões! Onde estão gastando esse dinheiro?", questionou.

Por fim, Henrique Fontana desafiou o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ): "Você disse que a solução para o Brasil seria a reforma da Previdência. Pois coloque para votar o imposto sobre grandes fortunas, isso sim está entre as soluções para as contas públicas do país", provocou.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247