Fontana: Onde vocês viram alguém com 65 anos ter saúde para segurar trabalhos penosos?

O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) defendeu a votação da reforma da previdência, porque "o Brasil quer ver quem é quem, quem vai retirar o direito de um trabalhador braçal, de um lixeiro, que corre atrás de um caminhão o dia inteiro"; "E querem dizer: - ah tele tem que trabalhar até os 65 anos", disse. Onde vocês viram alguém com 65 anos ter saúde para segurar trabalhos penosos, como na agricultura?", questionou

O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) defendeu a votação da reforma da previdência, porque "o Brasil quer ver quem é quem, quem vai retirar o direito de um trabalhador braçal, de um lixeiro, que corre atrás de um caminhão o dia inteiro"; "E querem dizer: - ah tele tem que trabalhar até os 65 anos", disse. Onde vocês viram alguém com 65 anos ter saúde para segurar trabalhos penosos, como na agricultura?", questionou
O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) defendeu a votação da reforma da previdência, porque "o Brasil quer ver quem é quem, quem vai retirar o direito de um trabalhador braçal, de um lixeiro, que corre atrás de um caminhão o dia inteiro"; "E querem dizer: - ah tele tem que trabalhar até os 65 anos", disse. Onde vocês viram alguém com 65 anos ter saúde para segurar trabalhos penosos, como na agricultura?", questionou (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) fez um duro discurso no plenário da Câmara dos Deputados para criticar a Reforma da Previdência. O parlamentar pediu ao presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que "não se acovarde" e coloque este projeto para votar, porque "o Brasil quer ver quem é quem, quem vai retirar o direito de um trabalhador braçal, de um lixeiro, que corre atrás de um caminhão o dia inteiro".

"E querem dizer: - ah tele tem que trabalhar até os 65 anos", disse. Onde vocês viram alguém com 65 anos ter saúde para segurar trabalhos penosos, como na agricultura?", questionou o parlamentar.

O projeto prevê que idade mínima para aposentadoria - 65 anos (homem) e 62 anos (mulher), de forma gradativa. 

Levantamento divulgado pelo Instituto Paraná Pesquisas no mês passado apontou que 66% dos brasileiros são contrários as mudanças nas regras da aposentadoria e dos benefícios sociais como deseja o governo. 

De acordo com os dados, 62% da população considera a reforma desnecessária, contra 28,9% que afirmam ser preciso mudar o sistema atual.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247