Fontana: Pressão popular foi fundamental para cassação de Cunha

 “Tenho convicção que Eduardo Cunha (PMDB) será condenado por muitos crimes que cometeu e pelo seu maior crime que é ter liderado um golpe parlamentar que retirou uma presidente legítima eleita por 54 milhões de votos”, declarou o deputado federal Henrique Fontana (PT-RS); ele disse ainda que o presidente afastado da Câmara e o presidente interino Michel Temer são "sócios e aliados no golpe" que, acredita, "será revertido com a cassação de Cunha em plenário e a reversão da votação do impeachment no Senado"

 “Tenho convicção que Eduardo Cunha (PMDB) será condenado por muitos crimes que cometeu e pelo seu maior crime que é ter liderado um golpe parlamentar que retirou uma presidente legítima eleita por 54 milhões de votos”, declarou o deputado federal Henrique Fontana (PT-RS); ele disse ainda que o presidente afastado da Câmara e o presidente interino Michel Temer são "sócios e aliados no golpe" que, acredita, "será revertido com a cassação de Cunha em plenário e a reversão da votação do impeachment no Senado"
 “Tenho convicção que Eduardo Cunha (PMDB) será condenado por muitos crimes que cometeu e pelo seu maior crime que é ter liderado um golpe parlamentar que retirou uma presidente legítima eleita por 54 milhões de votos”, declarou o deputado federal Henrique Fontana (PT-RS); ele disse ainda que o presidente afastado da Câmara e o presidente interino Michel Temer são "sócios e aliados no golpe" que, acredita, "será revertido com a cassação de Cunha em plenário e a reversão da votação do impeachment no Senado" (Foto: Valter Lima)

247 - “Tenho convicção que Eduardo Cunha (PMDB) será condenado por muitos crimes que cometeu e pelo seu maior crime que é ter liderado um golpe parlamentar que retirou uma presidente legítima eleita por 54 milhões de votos”, declarou o deputado Henrique Fontana de dentro da Comissão de Ética da Câmara dos Deputados após aprovação da cassação do presidente já afastado do cargo pelo Supremo Tribunal Federal desde 5 de maio.

O deputado reafirma que Cunha e Michel Temer são sócios e aliados no golpe que, acredita, será revertido com a cassação de Cunha em plenário e a reversão da votação do impeachment no Senado. “Vamos recuperar esse mandato, recolocar a presidenta Dilma na cadeira de presidenta da República e derrotar esse golpe liderado por Eduardo Cunha e Michel Temer”, destacou.

Fontana classificou o momento como histórico e sai confiante de que Cunha está prestes a perder o mandato caso o plenário da Câmara confirme o parecer do Conselho com o voto de pelo menos 257 dos 512 deputados.

Para o parlamentar gaúcho a pressão popular foi fundamental para que a Comissão de Ética tomasse essa decisão. “Um dos políticos mais corruptos do Brasil acaba de ser cassado e abre caminho para ser cassado no plenário da Câmara e julgado no STF onde será condenado”, ressalta.

Fontana enfatiza o constrangedor silêncio do presidente interino e ilegítimo Michel Temer sobre Cunha, que mesmo nesta terça-feira (14) perguntado pela imprensa, nada quis dizer sobre seu aliado de partido.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247