Fontana: privatização da Eletrobras pode gerar um novo apagão

Segundo o deputado Henrique Fontana (PT-RS), "algumas das consequências evidentes da privatização da Eletrobras serão aumento da tarifa de energia, risco à nossa segurança energética, que pode gerar um novo apagão, como ocorreu na gestão neoliberal de FHC e Pedro Parente"; assista ao vídeo

Fontana: privatização da Eletrobras pode gerar um novo apagão
Fontana: privatização da Eletrobras pode gerar um novo apagão (Foto: Cleia Viana - Câmara dos Deputados)

Rio Grande do Sul 247 - O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) criticou a pretensão do governo Michel Temer em privatizar a Eletrobras. "Querem atacar a soberania nacional", afirmo o parlamentar. Segundo o congressista, a Eletrobras é responsável por quase metade da transmissão de energia do País, tem regular o preço da energia e também responde por programas importantes como o Luz para Todos. Fontana disse que, "nos  últimos sete anos a empresa investiu mais de R$ 50 bilhões no setor (de energia) e gerou cerca de R$ 7 bilhões em dividendos para o governo federal". 

"O Mercado financeiro e os interesses privados cobiçam esta gigante que é patrimônio dos brasileiros e tem uma função social e estratégia para o desenvolvimento do País. Algumas das consequências evidentes da privatização da Eletrobras serão aumento da taifa de energia, risco à nossa segurança energética, que pode gerar um novo apagão, como ocorreu na gestão neoliberal de FHC e Pedro Parente", acrescentou.

Segundo o parlamentar, com a privatização da empresa, o País perde "um ativo estratégico para apoio à indústria brasileira". O deputado também apontou "perda da gestão sobre a vazão dos rios e o uso múltiplo das água, como irrigação, navegação e consumo de água". "Não podemos permitir mais este crime de lesa-pátria".

Ao vivo na TV 247 Youtube 247