Fontana: queremos uma democracia. Chega de autoritarismo

"O que ocorreu domingo não tem precedente na história brasileira. Ficou escancarada a seletividade e a partidarização da ação de Moro, que cometeu crime ao desrespeitar decisão judicial", afirmou o deputado do PT-RS; "Queremos viver numa democracia. Chega de autoritarismo"

Fontana: queremos uma democracia. Chega de autoritarismo
Fontana: queremos uma democracia. Chega de autoritarismo (Foto: Esq.: Alex Ferreira - Câmara / Dir.: Fábio Pozzebom - ABR)

Rio Grande do Sul 247 - O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) criticou Sérgio Moro, que, no último domingo (8), ordenou à Polícia Federal o não cumprimento da soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinada pelo desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF4), sediado em Porto Alegre.

"O que ocorreu domingo não tem precedente na história brasileira. Ficou escancarada a seletividade e a partidarização da ação de Moro, que cometeu crime ao desrespeitar decisão judicial. O que aconteceu mostra que o Estado Democrático de Direito não existe mais no Brasil", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter.

De acordo com o parlamentar, Moro "cometeu um crime de desrespeito à lei do País". "Queremos viver numa democracia. Chega de autoritarismo", disse.

Parlamentares do PT ficaram revoltados, porque Moro, de primeira instância, se manifestou contra a soltura de Lula mesmo após uma decisão em uma instância superior.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247