Força Nacional permanece nas ruas de Salvador

O governador Jaques Wagner (PT) comemorou em entrevista coletiva o fim da greve da Polícia Militar nesta tarde, mas afirmou que manterá vigência da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) decretada pela presidente Dilma Rousseff ontem (16); "O nosso planejamento não se encerra aqui. Temos um feriado pela frente e vamos manter a GLO para uma reavaliação e ter a certeza de que a normalidade foi reconquistada", disse o governador

O governador Jaques Wagner (PT) comemorou em entrevista coletiva o fim da greve da Polícia Militar nesta tarde, mas afirmou que manterá vigência da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) decretada pela presidente Dilma Rousseff ontem (16); "O nosso planejamento não se encerra aqui. Temos um feriado pela frente e vamos manter a GLO para uma reavaliação e ter a certeza de que a normalidade foi reconquistada", disse o governador
O governador Jaques Wagner (PT) comemorou em entrevista coletiva o fim da greve da Polícia Militar nesta tarde, mas afirmou que manterá vigência da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) decretada pela presidente Dilma Rousseff ontem (16); "O nosso planejamento não se encerra aqui. Temos um feriado pela frente e vamos manter a GLO para uma reavaliação e ter a certeza de que a normalidade foi reconquistada", disse o governador (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O governador Jaques Wagner (PT) comemorou em entrevista coletiva o fim da greve da Polícia Militar nesta tarde, mas afirmou que manterá vigência da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) decretada pela presidente Dilma Rousseff ontem (16).

"O nosso planejamento não se encerra aqui. Temos um feriado pela frente e vamos manter a GLO para uma reavaliação e ter a certeza de que a normalidade foi reconquistada", disse Wagner.

O governador parabenizou atuação da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA) e do comando da PM. "Quero me confraternizar com a população e parabenizar o esforço do secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, do comandante da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro, dos secretários e outras autoridades que participaram do processo".

Coletiva teve participação também do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que desembarcou em Salvador nesta quinta-feira para ajudar na negociação entre o governo do estado e os policiais.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247