Força Nacional vai reforçar operação Verão

O Ministério da justiça autorizou a Força Nacional a, mais uma vez, atuar em conjunto com o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) na Operação Verão; os policiais da FN devem prestar auxílio às atividades operacionais desempenhadas pelo CBMAL até o dia 31 de março de 2016, realizando ações de prevenção e de salvamento aquático na orla marítima, a fim de garantir a segurança e a incolumidade das pessoas

força nacional
força nacional (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - A Força Nacional irá, mais uma vez, atuar em conjunto com o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) na Operação Verão. A autorização do Ministério da Justiça para o emprego dos agentes, assinada pelo ministro José Eduardo Cardozo, está publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (14).

Segundo o documento, os policiais da FN devem prestar auxílio às atividades operacionais desempenhadas pelo CBMAL até o dia 31 de março de 2016, realizando ações de prevenção e de salvamento aquático na orla marítima, a fim de garantir a segurança e a incolumidade das pessoas.

A Operação Verão terá o apoio logístico, nos termos do Convênio de Cooperação firmado entre as partes, devendo o Governo de Alagoas ceder infraestrutura necessária, além de permissão de acesso aos sistemas de informações e ocorrências no âmbito da Segurança Pública.

O Grupamento de Salvamento Aquático (GSA) do CBMAL já divulgou o planejamento da operação. De acordo com o plano, estão previstos 123 guarda-vidas, sendo empregados 41 por dia em nove postos. Atualmente, o efetivo total é de 57, sendo 19 por dia. 

Inicialmente, o reforço será interno, ou seja, militares que atuam em outras áreas operacionais que serão realocados temporariamente para o serviço de proteção nas praias. A ação visa criar condições para o aumento das atividades de orientação e prevenção aos banhistas, permitir uma atuação de resgate mais segura e eficiente.

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email