Fortaleza diminui casos de mortes violentas

Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) recuaram 29,8% em Fortaleza em fevereiro de 2015 se comparado ao mesmo período do ano passado. Os dados foram apresentados pelo titular da SSPDS, Delci Teixeira, na tarde desta quarta-feira, 4/, na sede da Secretaria

Durante coletiva de imprensa na Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), na tarde desta quarta-feira, 4, o titular da pasta, Delci Teixeira, informou que os números de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) recuaram 29,8% em Fortaleza em fevereiro de 2015, na comparação com o mesmo mês do ano passado. A baixa comprova a consolidação das ações do Programa em Defesa da Vida, desenvolvido pela SSPDS, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense do Ceará.

Os CVLIs, que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, registraram queda também no Ceará: 13,5%. O índice é mais que o dobro da meta de redução de CVLI no Estado, que é 6%, superando-a em 7,5 pontos percentuais. Foram salvas 52 vidas. Aconteceram 334 crimes em fevereiro passado, enquanto no mesmo mês de 2014, 386. Em Fortaleza, a redução de 29,8% se deve à queda de 178 crimes, em fevereiro de 2014, para 125, em 2015, representando 53 vidas salvas.

O secretário Delci Teixeira destacou que a integração entre as forças de segurança contribuiu decididamente para a melhora nos índices no Estado. Houve trabalho das polícias focado nas áreas, horários e dias que apresentam maiores taxas de crimes e dos levantamentos realizados pelas áreas de inteligência, entre outras iniciativas. “Há uma dedicação de todos. Mesmo porque o governador Camilo Santana tem acenado com o reconhecimento a esse trabalho. E se percebe uma resposta integrada”, afirmou Delci, citando entre as medidas positivas recentes a promoção de praças e oficiais da PM, a equiparação salarial dos policiais cearenses com os demais do Nordeste e a convocação de novos concursos.

Todas as seis Áreas Integradas de Segurança (AISs)da Capital alcançaram diminuições muito acima da meta estabelecida pelo Governo do Estado. A campeã de redução foi a AIS 3 com -47,6%, seguida pelas AIS 5 (-41,9%), AIS 2 (-34,1%), AIS 6 (-33,3%), AIS 4 (-24,2%) e AIS 1 (-13%).

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), também houve diminuição. A queda foi de 20%. O mês terminou no território com 17 vidas salvas. No mês passado, foram 68 crimes registrados, contra 85 no mesmo período de 2014. As três AISs da RMF também apresentaram queda acima da meta. A AIS 9 teve 26,9% de redução, a AIS8 teve 22,2% e a AIS 7, 8,7%.

No Interior Norte, houve uma diminuição de 12,1%, indo de 58 para 51 CVLIs. Já no Interior Sul, houve aumento de 38,5%, passando de 65 para 90 casos. Com o objetivo de reverter os índices apresentados no Sul do Estado, o secretário Delci Teixeira designou uma força tarefa, sob responsabilidade do Comandante Adjunto da Polícia Militar, Coronel Hervano Macedo, para combater os crimes na região.

Das 18 Áreas Integradas de Segurança (AISs), 11 apresentaram redução em fevereiro (AISs 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 14 e 17), todas caíram mais que os 6% estabelecidos como meta.  A AIS 12 empatou. As demais apresentaram crescimento – AISs 10, 11, 13, 15, 16 e 18.

Com Assessoria  

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247