Fraco em Minas, PSDB pode apoiar o DEM ao governo

Fragilizados politicamente em Minas, apesar dos esforços do presidenciável Geraldo Alckmin que pressiona o senador Antonio Anastasia para ser candidato ao governo, os tucanos estão sendo sondados para apoiar a candidatura do deputado federal Rodrigo Pacheco; o parlamentar afirma que foi Anastasia quem incentivou a sua candidatura; “Ele afirmou a mim categoricamente que não será o candidato ao governo e espero muito ter o apoio do ex-governador à nossa candidatura”, disse Pacheco

Fragilizados politicamente em Minas, apesar dos esforços do presidenciável Geraldo Alckmin que pressiona o senador Antonio Anastasia para ser candidato ao governo, os tucanos estão sendo sondados para apoiar a candidatura do deputado federal Rodrigo Pacheco; o parlamentar afirma que foi Anastasia quem incentivou a sua candidatura; “Ele afirmou a mim categoricamente que não será o candidato ao governo e espero muito ter o apoio do ex-governador à nossa candidatura”, disse Pacheco
Fragilizados politicamente em Minas, apesar dos esforços do presidenciável Geraldo Alckmin que pressiona o senador Antonio Anastasia para ser candidato ao governo, os tucanos estão sendo sondados para apoiar a candidatura do deputado federal Rodrigo Pacheco; o parlamentar afirma que foi Anastasia quem incentivou a sua candidatura; “Ele afirmou a mim categoricamente que não será o candidato ao governo e espero muito ter o apoio do ex-governador à nossa candidatura”, disse Pacheco (Foto: Voney Malta)

Minas 247 – Enfraquecido politicamente em Minas Gerais, apesar dos esforços de lideranças do PSDB, caso do presidenciável Geraldo Alckmin que pressiona o senador Antonio Anastasia para ser candidato ao governo, os tucanos estão sendo sondados apara apoiar a candidatura do deputado federal Rodrigo Pacheco, que se filia ao DEM na segunda-feira (19), e espera contar com o apoio do senador.

O deputado federal acredita que Anastasia não será candidato e lembra que foi ele quem “fomentou” a sua candidatura. “Ele (Anastasia) afirmou a mim categoricamente que não será o candidato ao governo do estado nas eleições deste ano. Inclusive, isso de certo modo fomentou nossa iniciativa de uma candidatura. Considero a hipótese de que Anastasia não vai ser candidato e espero muito ter o apoio do governador à nossa candidatura”, disse Pacheco.

Rodrigo Pacheco revela que está conversando com o PSB mineiro e que o seu nome é o preferido de Anastasia, dos seus aliados e do grupo ligado ao também senador tucano Aécio Neves.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247