França bate Croácia por 4 x 2 e é bicampeã mundial

Os azuis, comandados pelo técnico da França Didier Deschamps, não só tentaram como conseguiram repetir o feito de 1998 e levar o bicampeonato para casa ao vencer a Croácia, por 4 x 2,  na partida final da Copa da Rússia, disputada neste domingo (15); ao longo da competição, a França obteve 7 vitórias em 7 jogos e impôs a superioridade sobre os demais competidores

França bate Croácia por 4 x 2 e é bicampeã mundial
França bate Croácia por 4 x 2 e é bicampeã mundial (Foto: FIFA)

Sputnik - Os azuis, comandados pelo técnico França Didier Deschamps tentavam repetir o feito de 1998 e levar o bicampeonato para a casa. Beneficiando-se de uma chave mais fácil, a Croácia fez sua primeira final e, mesmo com a derrota, conquistou sua melhor colocação desde também em 1998, quando pegou o 3º lugar.

Esta é apenas a quinta Copa disputada pelos croatas, dada a jovialidade do país: até 1991, a Croácia era parte da Iuguslávia (juntamente com a Bósnia e Herzegovina, Macedônia, Montenegro, Sérvia e Eslovênia).

O placar da partida foi aberto com um gol contra. O atacante francês Antoine Griezmann tentou vencer a forte marcação croata e caiu pedindo falta do meia Marcelo Brozović. Na cobrança na entrada da área, a bola passou por Varane e resvalou na cabeça do croata Mandzukic, deixando os franceses à frente no placar.

O jogador, que tinha tudo para se tornar o herói da partida, se tornou algoz logo depois: com um toque de mão na pequena área, Perisic foi o causador de um pênalti validado apenas após longa checagem do juiz argentino Nestor Pitana no árbitro de vídeo (VAR). Antoine Griezman converteu e fez 2x1, colocando os azuis à frente do placar mais uma vez.

A partida teve de ser interrompida aos 7 minutos do 2º tempo com a invasão de campo por três torcedores. Eles foram rapidamente retirados do gramado, mas interromperam o arranque de Ivan Rakitić.

Nada que pertubasse, porém, a concentração dos franceses que fizeram o terceiro gol com Pogba. O volante bateu de pé direito, mas foi bloqueado pelos zagueiros. Ele aproveitou o rebote e de canhota, marcou o terceiro gol.
A vantagem foi amplicada pelo jovem camisa 10 Mbappé, de apenas 19 anos, que bateu forte no canto e fez 4 contra os croatas.

Com um vacilo de Lloris, que tentou driblar Mandzukic, os croatas diminuíram a vantagem. O atacante tomou a bola e chutou direto para o gol, levando a torcida em Moscou à loucura.

Mas não teve jeito. Com 7 vitórias em 7 jogos, o time francês impôs a superioridade e repetiu o feito de 1998. É o bicampeonato para os "azuis".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247