França: 'querem destruir a reputação de Campos'

Vice na chapa de Geraldo Alckmin ao governo de SP e presidente da coordenação financeira da candidatura do PSB ao Planalto, Márcio França diz que polêmica envolvendo a compra do jato Cessna Citation usado por Eduardo Campos e por Marina Silva é tentativa de denegrir a reputação do então presidenciável: "As pessoas querem enterrar duas vezes o Eduardo. De nossa parte não vão"

marcio frança eduardo campos
marcio frança eduardo campos (Foto: Roberta Namour)

247 – O presidente do diretório paulista do PSB, Márcio França, saiu em defesa de Eduardo Campos. Segundo ele, a polêmica envolvendo a compra do jato Cessna Citation usado pela comitiva do então presidenciável e por Marina Silva, é resultado de uma tentativa de denegrir sua reputação: "As pessoas querem enterrar duas vezes o Eduardo. De nossa parte não vão", desabafou.

Presidente da coordenação financeira da candidatura do PSB ao Planalto, ele é candidato a vice na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB) em São Paulo.

Até agora, não se sabe oficialmente quem eram os atuais proprietários do avião que caiu em Santos matando o grupo político de Campos. Consta no registro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a AF Andrade, empresa com sede em Ribeirão Preto (SP), como proprietária da aeronave prefixo PR-AFA.

No entanto, os donos teriam vendido o jato para a Bandeirantes Companhia de Pneus Ltda., de propriedade de Apolo Santana Vieira, que é réu por sonegação fiscal na aquisição de pneus importados via porto de Suape (PE). A compra teria sido feita em sociedade com o empresário pernambucano João Carlos Lyra de Melo Filho.

Segundo autoridades da Justiça Eleitoral, o jato não poderia ter sido usado na campanha, já que está registrado em nome de uma empresa que não presta serviço aéreo. O uso da aeronave também não foi declarado nos gastos do comitê.
França minimiza e diz que a prestação de contas sairá hoje: “É nela que está o recibo de doação. Foi uma doação do uso da aeronave para o Eduardo Campos”, justificou.

Na sexta-feira o procurador-geral eleitoral Rodrigo Janot decidiu apurar a prestação de contas do PSB envolvendo a utilização da aeronave.

Leia aqui a matéria de André Guilherme Vieira sobre o assunto.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247