Francisco Jr.: Iris parece sem rumo na prefeitura

Deputado estadual enfrentou o peemedebista na disputa do ano passado e avalia este início de gestão de Iris Rezende; "Apesar de reconhecer as dificuldades, percebo que Iris Rezende está mesmo patinando, sem rumo. Ele perdeu muito tempo tentando montar uma equipe, o que poderia ter feito logo depois de sua vitória no segundo turno"; "Até agora, pelo menos, não percebi nenhuma grande estratégia ou medida formulada pela equipe de Iris Rezende. É como se a cidade estivesse funcionando no piloto automático. Os problemas continuam e não há ações planejadas para resolvê-los", disse Francisco Júnior

Deputado estadual enfrentou o peemedebista na disputa do ano passado e avalia este início de gestão de Iris Rezende; "Apesar de reconhecer as dificuldades, percebo que Iris Rezende está mesmo patinando, sem rumo. Ele perdeu muito tempo tentando montar uma equipe, o que poderia ter feito logo depois de sua vitória no segundo turno"; "Até agora, pelo menos, não percebi nenhuma grande estratégia ou medida formulada pela equipe de Iris Rezende. É como se a cidade estivesse funcionando no piloto automático. Os problemas continuam e não há ações planejadas para resolvê-los", disse Francisco Júnior
Deputado estadual enfrentou o peemedebista na disputa do ano passado e avalia este início de gestão de Iris Rezende; "Apesar de reconhecer as dificuldades, percebo que Iris Rezende está mesmo patinando, sem rumo. Ele perdeu muito tempo tentando montar uma equipe, o que poderia ter feito logo depois de sua vitória no segundo turno"; "Até agora, pelo menos, não percebi nenhuma grande estratégia ou medida formulada pela equipe de Iris Rezende. É como se a cidade estivesse funcionando no piloto automático. Os problemas continuam e não há ações planejadas para resolvê-los", disse Francisco Júnior (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O deputado estadual Francisco Júnior (PSD) conhece bem o prefeito Iris Rezende (PMDB). Francisco foi homem de confiança do peemedebista na década passada e presidiu a Câmara Municipal quando Iris era prefeito da Capital. O Jornal Opção convidou o parlamentar para que fizesse avaliação sobre este novo mandato de Iris Rezende.

“Apesar de reconhecer as dificuldades, percebo que Iris Rezende está mesmo patinando, sem rumo. Ele perdeu muito tempo tentando montar uma equipe, o que poderia ter feito logo depois de sua vitória no segundo turno. Fica-se com a impressão de que o prefeito montou uma equipe provisória, tão-somente para começar seu governo”, disse Francisco Júnior, que disputou a eleição contra o peemedebista no ano passado.

“Até agora, pelo menos, não percebi nenhuma grande estratégia ou medida formulada pela equipe de Iris Rezende. É como se a cidade estivesse funcionando no piloto automático. Os problemas continuam e não há ações planejadas para resolvê-los. O que se tem é uma certa improvisação, e mesmo esta parece falha”, frisa Francisco Júnior.

“Iris pediu um prazo de 60 dias à sociedade, uma espécie de trégua. Mas o que se percebe é que o prefeito, desta vez, está diferente e parece sem norte, desconectado da sociedade. Talvez, como observou o Jornal Opção, estejam faltando formuladores — como o economista Flávio Peixoto e o engenheiro Mauro Miranda — na sua equipe. Iris é mais um executor do que um formulador.”

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247