Frustrada fuga de criminoso ligado ao PCC

Seis homens armados com fuzis e explosivos invadiram a Unidade Especial Disciplinar (UED) do Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador (BA); o objetivo da investida seria resgatar um assaltante de bancos ligado à facção criminosa paulista; apesar da ousadia da ação e do uso de explosivos, os criminosos não conseguiram resgatar o detento; um PM foi ferido com coronhadas na cabeça e duas pistolas foram roubadas

Frustrada fuga de criminoso ligado ao PCC
Frustrada fuga de criminoso ligado ao PCC
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BA247 - Seis homens armados com fuzis e explosivos invadiram a Unidade Especial Disciplinar (UED)d o Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador. O objetivo, segundo o Bahia Notícias, seria resgatar um assaltante de bancos ligado à facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC). Apesar da ousadia da ação e do uso de explosivos, os criminosos não conseguiram alcançar o objetivo de resgatar o detento. Um cabo da Polícia Militar que estava de serviço no momento da investida foi agredido com diversas coronhadas ao tentar reagir e duas pistolas foram roubadas durante a ação criminosa.

Esta foi a primeira tentativa de resgate na unidade prisional, que é considerada de segurança máxima. O detento ligado ao PCC, que não teve o seu nome revelado, deverá ser transferido para outra unidade do sistema carcerário. A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) está instaurando um processo administrativo para apurar o ocorrido.

Segundo a Seap, o bando responsável pela ação estava armado com fuzis e a comunicação entre eles era efetuada por meio de rádios transmissores.  Para ter acesso ao local, os criminosos renderam os sentinelas que estavam na unidade e, em seguida, utilizaram ferramentas para cortar a cerca e o alambrado de isolamento. Na sequência, tentaram explodir o muro, que resistiu ao impacto e frustrou a tentativa de resgate. Não há informações sobre a origem dos explosivos  que foram empregados na tentativa de explodir o muro de segurança que guarnece a UED.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email