Gabrielli explicará Pasadena na Câmara

Proposta partiu do petista Luiz Alberto; ele argumenta que sugeriu audiência pública por ter certeza de que não houve irregularidade na gestão de Gabrielli e que o ex-presidente da estatal terá oportunidade de esclarecer a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, e pôr fim aos ataques da oposição, em especial do líder da minoria no Congresso, Antônio Imbassahy (PSDB); "A gestão de Gabrielli representou mudanças nos rumos da empresa com aumento nas reservas de petróleo, culminando com a descoberta do pré-sal"

Gabrielli explicará Pasadena na Câmara
Gabrielli explicará Pasadena na Câmara

Bahia 247

A Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados aprovou requerimento para realização de audiência pública conjunta com a Comissão de Defesa do Consumidor para debater a gestão de José Sérgio Gabrielli à frente da Petrobras.

Audiência foi proposta pelo deputado baiano Luiz Alberto (PT) e tem como foco a discussão sobre a compra da refinaria de Pasadena, no Texas, EUA, que teria gerado prejuízo de mais de R$ 1 bilhão à estatal, segundo os parlamentares de oposição. o ex-presidente da estatal falará pela primeira vez em público sobre o negócio.

"A gestão de Gabrielli representou mudanças nos rumos da empresa, com o aumento de investimentos em produção e consequente aumento nas reservas de petróleo, culminando com a descoberta do pré-sal", defende Luiz Alberto. O petista argumenta que a audiência é prova de que não houve nenhuma irregularidade na gestão de Gabrielli.

Luiz Alberto aproveita para rebater os ataques do líder da minoria no Congresso, o conterrâneo Antônio Imbassahy, do PSDB, um dos principais entusiastas da instalação da CPI da Petrobras.

"Considero importante esclarecer este assunto. O deputado do PSDB, Antônio Imbassahy, foi contrário à aprovação do meu requerimento, porque ele não deseja que o Gabrielli, que já se dispôs a participar a qualquer momento da audiência, fale dos avanços significativos da sua gestão realizada e dos importantes avanços para o país".

Luiz Alberto propôs audiência conjunta porque no início deste mês outro requerimento foi aprovado com teor semelhante na Comissão de Defesa do Consumidor.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247