Gabrielli ignora imbróglio da Petrobras e foca em 2014

Ex-presidente da estatal continua em silêncio sobre possibilidade de o MPF abrir investigação sobre a compra de uma refinaria em Pasadena, nos Estados Unidos, que, aparentemente, deu prejuízo enorme à Petrobras sob sua gestão; Gabrielli se foca em projetos polêmicos como metrô e Ponte Salvador-Itaparaica, que, se saírem do papel, devem dar, de fato, impulso a qualquer nome que represente o governo na disputa de 2014

Gabrielli ignora imbróglio da Petrobras e foca em 2014
Gabrielli ignora imbróglio da Petrobras e foca em 2014 (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

O secretário do Planejamento do Estado (Seplan), José Sérgio Gabrielli, continua em silêncio sobre a possibilidade de o Ministério Público Federal (MPF) abrir investigação sobre a compra de uma refinaria em Pasadena, nos Estados Unidos, que, aparentemente, deu prejuízo enorme à Petrobras sob sua gestão.

Através de sua assessoria, o ex-presidente da estatal disse que não fala sobre a empresa (veja aqui).

Enquanto isso, Gabrielli segue, de acordo com opositores e até alguns aliados, se movimentando como quem quer dar viabilidade ao seu nome para concorrer à sucessão do governador Jaques Wagner (PT) em 2014.

Em entrevista à Rádio Tudo FM nesta segunda-feira (4), o titular da Seplan garantiu que a construção do segundo trecho do metrô de Salvador (que vai ligar a capital a Lauro de Freitas ao longo da Avenida Paralela) deve começar assim que terminarem as negociações entre governo e prefeitura sobre a integração dos modais de transporte.

"Até março devemos ter essa licitação na rua. Uma vez saindo a licitação, tem um período de três a quatro meses para as obras começarem". O processo licitatório combina a construção da nova linha, de 28 km na Avenida Paralela, e a implantação do primeiro trecho, de 6 km, com viabilidade de funcionamento para a Copa do Mundo, em 2014.

Para amenizar a falta do sistema completo do metrô durante o evento, Gabrielli acredita que outras alternativas serão possíveis até 2014, como a implantação de uma passarela que ligará o Desterro ao Pelourinho, considerada "elemento chave na integração dos estacionamentos desses locais com a Arena Fonte Nova", e de linhas de ônibus exclusivas para o estádio.

"O Carnaval de Salvador mobiliza mais de 1 milhão de pessoas, que se deslocam na cidade. A Copa vai mobilizar 100 mil. Em termo de volume de tráfego, o evento não vai influenciar tanto na dinâmica da cidade", disse em matéria publicada no Bahia Notícias.

Outra promessa vista como eleitoreira com vistas a 2014 pela oposição é a Ponte Salvador-Itaparica. Segundo Gabrielli, o governo também está preparando a licitação.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247