Galo recusa investida chinesa de 6 milhões de euros por Tardelli

A proposta feito pelos asiáticos foram de 6 milhões de euros (cerca de R$ 19 milhões), a exata quantia gasta pelo clube mineiro para repatriar o camisa 9 junto ao Al-Gharafa, do Catar, no ano passado

A proposta feito pelos asiáticos foram de 6 milhões de euros (cerca de R$ 19 milhões), a exata quantia gasta pelo clube mineiro para repatriar o camisa 9 junto ao Al-Gharafa, do Catar, no ano passado
A proposta feito pelos asiáticos foram de 6 milhões de euros (cerca de R$ 19 milhões), a exata quantia gasta pelo clube mineiro para repatriar o camisa 9 junto ao Al-Gharafa, do Catar, no ano passado (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Rafael Mirapalheta Goulart, do  Futnet

A novela Diego Tardelli acaba de ganhar mais um capítulo. O atacante, que não sabe se permanece no Atlético/MG no ano que vem, está muito visado por conta da ótima temporada que fez pelo clube. Dessa vez, o interesse é do futebol chinês, que apresentou uma primeira proposta pelo atleta, recusada pelo Alvinegro.

A proposta feito pelos asiáticos foram de 6 milhões de euros (cerca de R$ 19 milhões), a exata quantia gasta pelo clube mineiro para repatriar o camisa 9 junto ao Al-Gharafa, do Catar, no ano passado. Se a oferta pode ter sido considerada baixa pelos atleticanos, para o jogador é irresistível: foram oferecidos valores referentes a R$ 1 milhão mensais.

Apesar da recusa inicial, o Galo não descarta a venda de Tardelli, mas espera uma proposta da qual julgue compatível com o valor do atleta. O jogador já manifestou o interesse de atuar no exterior afim de receber uma maior valorização salarial, porém, ainda possui vínculo com os mineiros até dezembro de 2017.
 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247