Geddel fala em esperança para 2014: 'Bahia pode mais'

Presidente do PMDB baiano e pré-candidato a governador aparece na propaganda partidária na TV defendendo uma melhor educação para crianças e adolescentes, uma saúde pública de qualidade, além de mais mobilidade urbana e segurança pública; "Compartilho o sentimento de boa parte dos baianos, que também desejam mais qualidade de vida em 2014. Sei que a Bahia pode mais e a esperança é o combustível para mudanças que queremos ver", diz no vídeo de 30 segundos

Presidente do PMDB baiano e pré-candidato a governador aparece na propaganda partidária na TV defendendo uma melhor educação para crianças e adolescentes, uma saúde pública de qualidade, além de mais mobilidade urbana e segurança pública; "Compartilho o sentimento de boa parte dos baianos, que também desejam mais qualidade de vida em 2014. Sei que a Bahia pode mais e a esperança é o combustível para mudanças que queremos ver", diz no vídeo de 30 segundos
Presidente do PMDB baiano e pré-candidato a governador aparece na propaganda partidária na TV defendendo uma melhor educação para crianças e adolescentes, uma saúde pública de qualidade, além de mais mobilidade urbana e segurança pública; "Compartilho o sentimento de boa parte dos baianos, que também desejam mais qualidade de vida em 2014. Sei que a Bahia pode mais e a esperança é o combustível para mudanças que queremos ver", diz no vídeo de 30 segundos (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, provável candidato a governador em 2014, ressaltou em sua mensagem de fim de ano, na propaganda partidária na TV, a importância de um governo com atitude. Ele apontou o desejo de uma melhor educação para crianças e adolescentes, uma saúde pública de qualidade, além de mais mobilidade urbana e segurança pública.

"Compartilho o sentimento de boa parte dos baianos, que também desejam mais qualidade de vida em 2014. Sei que a Bahia pode mais e a esperança é o combustível para mudanças que queremos ver", comentou Vieira Lima. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247