Geddel: “Não votou, a caneta come, estamos entendidos?"

Um dos principais articuladores políticos do vice-presidente Michel Temer, o ex-deputado Geddel Vieira Lima, cotado para a Secretaria de Governo, definiu como será a relação com os aliados a partir de agora;  “Tenho 30 anos nesse metiê. Sei como funciona. Não haverá renegociação todo dia. Definida a participação de cada um, vocês vão apoiar projetos que o governo enviará ao Congresso. Não votou, a caneta come! Estamos entendidos?”  

Um dos principais articuladores políticos do vice-presidente Michel Temer, o ex-deputado Geddel Vieira Lima, cotado para a Secretaria de Governo, definiu como será a relação com os aliados a partir de agora;  “Tenho 30 anos nesse metiê. Sei como funciona. Não haverá renegociação todo dia. Definida a participação de cada um, vocês vão apoiar projetos que o governo enviará ao Congresso. Não votou, a caneta come! Estamos entendidos?”
 
Um dos principais articuladores políticos do vice-presidente Michel Temer, o ex-deputado Geddel Vieira Lima, cotado para a Secretaria de Governo, definiu como será a relação com os aliados a partir de agora;  “Tenho 30 anos nesse metiê. Sei como funciona. Não haverá renegociação todo dia. Definida a participação de cada um, vocês vão apoiar projetos que o governo enviará ao Congresso. Não votou, a caneta come! Estamos entendidos?”   (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 – Um dos principais articuladores políticos do vice-presidente Michel Temer, o ex-deputado Geddel Vieira Lima, cotado para a Secretaria de Governo, definiu como será a relação com os aliados a partir de agora.

 “Tenho 30 anos nesse metiê. Sei como funciona. Não haverá renegociação todo dia. Definida a participação de cada um, vocês vão apoiar projetos que o governo enviará ao Congresso. Não votou, a caneta come! Estamos entendidos?”, disse ele, na coluna do jornalista Josias de Souza.

Ele também tenta administrar o apetite dos aliados. “Não vamos nos iludir, será o ministério possível”, afirma. “Teremos uma equipe econômica que inspira confiança, um time palaciano experiente, um chanceler correto e bons nomes para Saúde e Educação. O resto vem com a negociação política.”

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247