Geddel vendeu avião para empresa dos Batista

O ex-ministro Geddel Vieira Lima vendeu uma aeronave para a J&F, holding que reúne negócios de Joesley e Wesley Batista e controla a JBS; negócio foi feito em 2012, no período em que Geddel ocupava a vice-presidência de pessoa jurídica da Caixa Econômica Federal e era responsável por liberar empréstimos para empresas, incluindo as companhias da J&F

Joesley Geddel
Joesley Geddel (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - A J&F, holding que reúne negócios de Joesley e Wesley Batista e controla a JBS, comprou em 2012, por R$ 700 mil, um avião do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB).

O negócio foi realizado no período em que Geddel ocupava a vice-presidência de pessoa jurídica da Caixa Econômica Federal e era responsável por liberar empréstimos para empresas, incluindo as companhias da J&F.

Segundo investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, Geddel atuou na liberação de empréstimos em troca de propina entre 2011 e 2013 e teria beneficiado empresas da J&F, como a JBS.

O ex-ministro da Secretaria de Governo de Temer está preso preventivamente desde 8 de setembro, três dias após a Polícia Federal ter achado R$ 51 milhões em um apartamento em Salvador que teria sido emprestado ao peemedebista.

A venda do avião não é a única ligação entre Geddel e J&F. Ele é dono de fazendas na região de Itapetinga (BA) e vende gado para a JBS, que tem um frigorífico na cidade.

As informações são de reportagem de João Pedro Pitombo na Folha de S.Paulo.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247