Geraldo: PSB rompeu com PT por este ter "virado as costas para o povo"

Prefeito do Recife e candidato à reeleição pelo PSB, Geraldo Julio, admitiu ter feito parte das gestões petistas que o antecederam, mas disse que rompeu com o PT pela legenda "ter virado as costas para o povo". "Em algum momento nós até estivemos juntos", disse; "A gente rompeu e a gente derrotou aquele projeto que virou de costas para o povo em 2012", completou. Ele acusou o PT de ter "errado muito" e "o tempo inteiro; admissão veio na esteira de críticas sobre o que era considerado uma espécie de omissão pelos rivais na corrida eleitoral

Prefeito do Recife e candidato à reeleição pelo PSB, Geraldo Julio, admitiu ter feito parte das gestões petistas que o antecederam, mas disse que rompeu com o PT pela legenda "ter virado as costas para o povo". "Em algum momento nós até estivemos juntos", disse; "A gente rompeu e a gente derrotou aquele projeto que virou de costas para o povo em 2012", completou. Ele acusou o PT de ter "errado muito" e "o tempo inteiro; admissão veio na esteira de críticas sobre o que era considerado uma espécie de omissão pelos rivais na corrida eleitoral
Prefeito do Recife e candidato à reeleição pelo PSB, Geraldo Julio, admitiu ter feito parte das gestões petistas que o antecederam, mas disse que rompeu com o PT pela legenda "ter virado as costas para o povo". "Em algum momento nós até estivemos juntos", disse; "A gente rompeu e a gente derrotou aquele projeto que virou de costas para o povo em 2012", completou. Ele acusou o PT de ter "errado muito" e "o tempo inteiro; admissão veio na esteira de críticas sobre o que era considerado uma espécie de omissão pelos rivais na corrida eleitoral (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - O prefeito do Recife, Geraldo Julio, candidato à reeleição pelo PSB, admitiu ter feito parte das gestões petistas que o antecederam, mas disse que rompeu com o PT pela legenda "ter virado as costas para o povo". "Em algum momento nós até estivemos juntos", disse o socialista. "A gente rompeu e a gente derrotou aquele projeto que virou de costas para o povo em 2012", completou. Ele acusou o PT de ter "errado muito" e "o tempo inteiro".

A admissão de que o PSB fez parte das gestões anteriores do PT veio na esteira de críticas sobre o que era considerado uma espécie de omissão pelos rivais na corrida eleitoral. Quando João Paulo (PT) foi prefeito, o vice era Luciano Siqueira (PCdoB), atual vice na chapa de Geraldo. O atual secretário de administração, Milton Coelho (PSB), também foi vice na gestão de João da Costa (PT).

O PSB rompeu uma aliança histórica com o PT em 2012, quando o Partido dos Trabalhadores sofreu um racha interno. O então governador Eduardo Campos (PSB) aproveitou a ocisão para lançar Geraldo Julio como candidato e pouco tempo depois, os socialistas também abandonaram a aliança em nível nacional, quando campos lançou-se candidato à Presidência da República.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247