Gestão da água por Alckmin é ruim ou péssima para 48%

Pesquisa Datafolha aponta que praticamente metade dos paulistas reprova a forma como o governador Geraldo Alckmin, do PSDB, gerenciou a crise de abastecimento de água em São Paulo; nada menos que 48% consideram ruim ou péssima gestão Alckmin neste quesito; em setembro deste ano, o governador tucano foi premiado pelo Congresso por suas ações na atual crise hídrica e disse considerar "merecida" a condecoração; além disso, para 84%, o governo tem omitido informações sobre a situação dos reservatórios; potencial candidato ao Palácio do Planalto em 2018, Alckmin tem na crise hídrica seu principal calcanhar de aquiles

Pesquisa Datafolha aponta que praticamente metade dos paulistas reprova a forma como o governador Geraldo Alckmin, do PSDB, gerenciou a crise de abastecimento de água em São Paulo; nada menos que 48% consideram ruim ou péssima gestão Alckmin neste quesito; em setembro deste ano, o governador tucano foi premiado pelo Congresso por suas ações na atual crise hídrica e disse considerar "merecida" a condecoração; além disso, para 84%, o governo tem omitido informações sobre a situação dos reservatórios; potencial candidato ao Palácio do Planalto em 2018, Alckmin tem na crise hídrica seu principal calcanhar de aquiles
Pesquisa Datafolha aponta que praticamente metade dos paulistas reprova a forma como o governador Geraldo Alckmin, do PSDB, gerenciou a crise de abastecimento de água em São Paulo; nada menos que 48% consideram ruim ou péssima gestão Alckmin neste quesito; em setembro deste ano, o governador tucano foi premiado pelo Congresso por suas ações na atual crise hídrica e disse considerar "merecida" a condecoração; além disso, para 84%, o governo tem omitido informações sobre a situação dos reservatórios; potencial candidato ao Palácio do Planalto em 2018, Alckmin tem na crise hídrica seu principal calcanhar de aquiles (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 – Uma nova pesquisa Datafolha aponta que praticamente metade dos paulistas reprovam a forma como o governador Geraldo Alckmin, do PSDB, gerenciou a crise de abastecimento de água em São Paulo – nada menos que 48% consideram ruim ou péssima gestão Alckmin neste quesito.

Além disso, para 84%, o governo tem omitido informações sobre a situação dos reservatórios. Além disso, apenas 12% consideram transparentes as ações do governo paulista e da Sabesp em relação crise hídrica. Muitos dos entrevistados também disseram ter sofrido problemas de desabastecimento.

Em setembro deste ano, o governador tucano foi premiado pelo Congresso por suas ações na atual crise hídrica e disse considerar "merecida" a condecoração.

Potencial candidato ao Palácio do Planalto em 2018, Alckmin tem na crise hídrica seu principal calcanhar de aquiles. Para se reeleger governador em 2014, ele evitou usar a palavra "racionamento"e fez com que a Sabesp utilizasse o chamado "volume morto" dos principais reservatórios.

Na pesquisa, numa escala de zero a dez, a nota média da Sabesp foi de 5,1.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247