Gilmar: "não venho para ser oposição a Jackson"

Deputado assumiu mandato nesta quarta-feira (26) no lugar de Susana Azevedo (ex-PSC) que se tornou conselheira do TCE; "Essa é uma Casa de 24 deputados e eu fui um dos 24 mais votados. Pela vontade popular eu estaria aqui, desde o início do atual mandato. De qualquer forma, eu respeito a legislação, os três companheiros que tiveram menos votos que eu são respeitados, não têm culpa nenhuma", disse Gilmar Carvalho; ele prometeu ser um deputado de posições moderadas: "Aquilo que for bom para o povo eu estarei tanto fazendo oposição quanto votando a favor", disse; mandato terá duração de apenas dez meses

Deputado assumiu mandato nesta quarta-feira (26) no lugar de Susana Azevedo (ex-PSC) que se tornou conselheira do TCE; "Essa é uma Casa de 24 deputados e eu fui um dos 24 mais votados. Pela vontade popular eu estaria aqui, desde o início do atual mandato. De qualquer forma, eu respeito a legislação, os três companheiros que tiveram menos votos que eu são respeitados, não têm culpa nenhuma", disse Gilmar Carvalho; ele prometeu ser um deputado de posições moderadas: "Aquilo que for bom para o povo eu estarei tanto fazendo oposição quanto votando a favor", disse; mandato terá duração de apenas dez meses
Deputado assumiu mandato nesta quarta-feira (26) no lugar de Susana Azevedo (ex-PSC) que se tornou conselheira do TCE; "Essa é uma Casa de 24 deputados e eu fui um dos 24 mais votados. Pela vontade popular eu estaria aqui, desde o início do atual mandato. De qualquer forma, eu respeito a legislação, os três companheiros que tiveram menos votos que eu são respeitados, não têm culpa nenhuma", disse Gilmar Carvalho; ele prometeu ser um deputado de posições moderadas: "Aquilo que for bom para o povo eu estarei tanto fazendo oposição quanto votando a favor", disse; mandato terá duração de apenas dez meses (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Alese - A presidente da Assembleia Legislativa, deputada Angélica Guimarães (PSC), deu posse ao deputado Gilmar Carvalho (Solidariedade) como titular no cargo, na sessão desta quarta-feira. O parlamentar retorna à Casa com a saída da deputada Susana Azevedo, que na terça-feira foi empossada conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O deputado disse que assume o cargo com o propósito de ser este o seu melhor mandato. "Melhor do que este, só o próximo, podem ter certeza", declarou.

Sobre o seu retorno à Assembleia, Gilmar avaliou que este é o local de onde ele nunca deveria ter saído, se fosse respeitada a vontade do povo que nele votou e o colocou entre os 24 deputados mais votados. "Essa é uma Casa de 24 deputados e eu fui um dos 24 mais votados. Pela vontade popular eu estaria aqui, desde o início do atual mandato. De qualquer forma, eu respeito a legislação, os três companheiros que tiveram menos votos que eu são respeitados, não têm culpa nenhuma", disse.

O deputado Gilmar Carvalho também promete buscar uma nova dinâmica na Assembleia. "A vida pública mostra que as decisões são tomadas geralmente de forma muito lenta. Eu vou mostrar a partir da primeira segunda-feira depois do carnaval como é que se dá celeridade, a rapidez necessária aos processos", afirmou.

Com relação a seu posicionamento na Assembleia, se estará no bloco de oposição ou dando sustentação ao governo, o deputado Gilmar Carvalho disse que seu discurso na Casa será de valorizar os amigos e respeitar os adversários. "Pode ter certeza que quem chega na Assembleia não é um inimigo. É quem quer o melhor para Sergipe", declarou.

Segundo Gilmar Carvalho, nos projetos que estiverem de acordo com a população ele votará favorável. Ele citou como exemplo o projeto do Plano de Cargos e Salários dos servidores públicos e disse que se ele chegar à Assembleia devidamente discutido com as categorias e for aprovado por elas ele votará favoravelmente. "Aquilo que for bom para o povo eu estarei tanto fazendo oposição quanto votando a favor. Eu não venho para cá para ser oposição a Jackson Barreto. Eu venho para cá para ser o que sempre fui e sempre serei: um homem de acordo com os interesses da população", enfatizou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email