‘Goiás na Frente’ vai melhorar R$ 1,4 mil km da malha viária, diz governo

Máquinas da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) trabalham em cerca de 1.400 quilômetros na construção e reconstrução de rodovias, extensão que é ampliada a cada mês com o início de novas frentes de trabalho; com recursos do programa Goiás na Frente, 25 novos trechos de pavimentação estão com frentes de trabalho em andamento e somarão mais 690 quilômetros à malha rodoviária estadual pavimentada; também são reconstruídos outros 17 trechos, numa extensão de 705 quilômetros, nos quais a pista antiga é totalmente renovada; somados, os trabalhos de reconstrução e pavimentação ultrapassam os 1.300 quilômetros de extensão

Máquinas da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) trabalham em cerca de 1.400 quilômetros na construção e reconstrução de rodovias, extensão que é ampliada a cada mês com o início de novas frentes de trabalho; com recursos do programa Goiás na Frente, 25 novos trechos de pavimentação estão com frentes de trabalho em andamento e somarão mais 690 quilômetros à malha rodoviária estadual pavimentada; também são reconstruídos outros 17 trechos, numa extensão de 705 quilômetros, nos quais a pista antiga é totalmente renovada; somados, os trabalhos de reconstrução e pavimentação ultrapassam os 1.300 quilômetros de extensão
Máquinas da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) trabalham em cerca de 1.400 quilômetros na construção e reconstrução de rodovias, extensão que é ampliada a cada mês com o início de novas frentes de trabalho; com recursos do programa Goiás na Frente, 25 novos trechos de pavimentação estão com frentes de trabalho em andamento e somarão mais 690 quilômetros à malha rodoviária estadual pavimentada; também são reconstruídos outros 17 trechos, numa extensão de 705 quilômetros, nos quais a pista antiga é totalmente renovada; somados, os trabalhos de reconstrução e pavimentação ultrapassam os 1.300 quilômetros de extensão (Foto: Leonardo Lucena)

Goiás 247 - Máquinas da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) trabalham em cerca de 1.400 quilômetros na construção e reconstrução de rodovias, extensão que é ampliada a cada mês com o início de novas frentes de trabalho. Com recursos do programa Goiás na Frente, 25 novos trechos de pavimentação estão com frentes de trabalho em andamento e somarão mais 690 quilômetros à malha rodoviária estadual pavimentada. Também são reconstruídos outros 17 trechos, numa extensão de 705 quilômetros, nos quais a pista antiga é totalmente renovada. Somados, os trabalhos de reconstrução e pavimentação ultrapassam os 1.300 quilômetros de extensão. Lançado em março, o Goiás na Frente prevê R$ 9,6 bilhões em investimentos - R$ 5,6 bilhões são recursos próprios do estado.

Entre as obras de construção destacam-se as duplicações da GO-070, de acesso à Cidade de Goiás, e da GO-080, que passa por Nerópolis, Petrolina e São Francisco de Goiás. Também são pavimentadas rodovias importantes como a GO-239, trecho São Jorge-Colinas do Sul; GO-319, trecho Aragoiânia-Nova Fátima; GO-353, trecho Bonópolis-Cruzeiro e GO-437, trecho Gameleira-Silvânia. Nestes locais, as estradas e a poeira dão lugar ao asfalto e à segurança.

Os trabalhos também são intensos nos trechos de reconstrução, que passam a contar com uma pista nova. Entre as rodovias reconstruídas estão a GO-060, trecho Firminópolis-São Luís de Montes Belos-Iporá; GO-210, trecho Goiandira-Catalão; GO-178/GO-206, trecho Itajá-Itarumã-Caçu-Entroncamento BR-364; GO-215, trecho Piracanjuba-Entroncamento BR-153 e GO-305, trecho Goiandira-Anhanguera.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247