Goiás terá espaço fixo no 2º maior porto da Europa

Porto de Antuérpia, litoral da Bélgica, terá espaço permanente para exposição de produtos de empresas goianas, principalmente pequenas e micro que ainda não se internacionalizaram; anúncio foi feito pelo governador de Goiás, Marconi Perillo, durante visita oficial que fez nesta quinta-feira ao porto, na missão que empreende por vários países europeus; governo e a Federação das Indústrias do Estado de Goiás – FIEG - e o SEBRAE Goiás vão firmar parceria para adquirir e manter um showroom de produtos goianos no local de maior concentração de compradores que abastecem todo o mercado da Europa

Porto de Antuérpia, litoral da Bélgica, terá espaço permanente para exposição de produtos de empresas goianas, principalmente pequenas e micro que ainda não se internacionalizaram; anúncio foi feito pelo governador de Goiás, Marconi Perillo, durante visita oficial que fez nesta quinta-feira ao porto, na missão que empreende por vários países europeus; governo e a Federação das Indústrias do Estado de Goiás – FIEG - e o SEBRAE Goiás vão firmar parceria para adquirir e manter um showroom de produtos goianos no local de maior concentração de compradores que abastecem todo o mercado da Europa
Porto de Antuérpia, litoral da Bélgica, terá espaço permanente para exposição de produtos de empresas goianas, principalmente pequenas e micro que ainda não se internacionalizaram; anúncio foi feito pelo governador de Goiás, Marconi Perillo, durante visita oficial que fez nesta quinta-feira ao porto, na missão que empreende por vários países europeus; governo e a Federação das Indústrias do Estado de Goiás – FIEG - e o SEBRAE Goiás vão firmar parceria para adquirir e manter um showroom de produtos goianos no local de maior concentração de compradores que abastecem todo o mercado da Europa (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O segundo maior porto europeu, na cidade de Antuérpia, litoral da Bélgica, terá espaço permanente para exposição de produtos de empresas goianas, principalmente pequenas e micro que ainda não se internacionalizaram. O anúncio foi feito pelo governador de Goiás, Marconi Perillo, durante visita oficial que fez nesta quinta-feira ao porto, na missão que empreende por vários países europeus. O governo estadual e a Federação das Indústrias do Estado de Goiás – FIEG - e o SEBRAE Goiás vão firmar parceria para adquirir e manter um showroom de produtos goianos no local de maior concentração de compradores que abastecem todo o mercado da Europa.

A iniciativa foi festejada pelos empresários goianos convidados para a parte comercial da agenda. Eles também procuram aproximação com empresas de investimento e comércio que possam dar na Europa mais vazão à produção goiana. O porto de Antuérpia concentra o maior número de intermediários entre os produtos importados para a Europa e o consumidor final em mais de 30 países.

Ele é um projeto púbico, administrado por concessão privada, ligado ao mar por mais de 20 quilômetros de canais com largura e profundidade suficientes para receber os maiores navios do mundo. É o caminho mais curto entre os portos brasileiros e o mercado europeu e concentra mais de 70% de toda importação de produtos perecíveis e de alimentação.

Nele concentra-se quase toda a entrada de carne, soja, milho e até etanol goianos vendidos para os países europeus. São quase 60 mil funcionários que fazem a logística de transferência das mercadorias para comboios de trens de alta velocidade e frotas de caminhões.

Nas palavras do Governador, “a ousadia de manter presença pessoal na Europa estabelece – como sempre estabeleceu, ampliação de mercados para os produtos goianos e atração de investimentos e parcerias para nossos projetos”. Marconi avalia que já no início do próximo ano será possível expor Goiás em um local por onde passam agentes do comércio mundial do mundo inteiro.

O presidente da FIEG, Pedro Alves, avalia que uma iniciativa como esta dará resultados incontestáveis. “Haverá um entreposto com micro e pequenas empresas goianas para onde vão convergir os compradores do mercado europeu”. Será uma oportunidade de internacionalizar os pequenos que representam 27% do produto brasileiro.

O superintendente do Sebrae-GO, Igor Montenegro, lembra que essa relação pode avançar muito: “Na Alemanha as micro e pequenas empresas representam 40% do mercado. Na Itália são 60%”. Diz também que isso mostra “que há muito espaço para crescimento dos projetos e produtos goianos. Seja internamente ou voltados para o mercado mundial. Esta é uma iniciativa muito ousada e vai significar muito para as micro e pequenas empresas de Goiás”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email