Gols de Griezmann classificam a França na Eurocopa

A anfitriã da Eurocopa 2016, a França, venceu a Irlanda  por 2 X 1 e se classificou de virada para as quartas de finais com dois gols de Antoine Griezmann no segundo tempo no Parc OL neste domingo

A anfitriã da Eurocopa 2016, a França, venceu a Irlanda  por 2 X 1 e se classificou de virada para as quartas de finais com dois gols de Antoine Griezmann no segundo tempo no Parc OL neste domingo
A anfitriã da Eurocopa 2016, a França, venceu a Irlanda  por 2 X 1 e se classificou de virada para as quartas de finais com dois gols de Antoine Griezmann no segundo tempo no Parc OL neste domingo (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por John Geddie

LYON, França (Reuters) - A anfitriã da Eurocopa 2016, a França, venceu a Irlanda  por 2 X 1 e se classificou de virada para as quartas de finais com dois gols de Antoine Griezmann no segundo tempo no Parc OL neste domingo.

Uma substituição tática do técnico Didier Deschamps durante o intervalo revitalizou o time francês, que se esforçou desde o início da partida, logo após o pênalti de Robbie Brady no segundo minuto, o gol mais rápido no campeonato.

A França deverá enfrentar a Inglaterra ou a Islândia no próximo domingo no Stade de France.

“Temos dificuldades de entrar nas partidas e vimos isso hoje novamente, e é algo que temos de trabalhar”, disse Griezmann.

Esse foi o pior início de partida para os anfitriões, quando o meia Paul Pogba atingiu o irlandês Shane Long na grande área, permitindo Brady a chance de chutar o pênalti que resultou no placar de 1 X 0 no segundo minuto de jogo.

Após o intervalo, Deschamps mudou o jogo trazendo Kingsley Coman para segurar o meia N'Golo Kante, movendo Pogba para o meio e Griezmann em um papel mais central atrás do atacante Olivier Giroud.

A estratégia pagou imediatamente os dividendos da França, cansando o time irlandês. Após 58 minutos de jogo, Griezmann empatou com um cruzamento de Bacary Sagna e, três minutos depois, disparou sua equipe na frente.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247