Gonzaga: “Os aliados que queremos são os trabalhadores e o povo pobre”

Dando continuidade à série de entrevistas do Ceará247 com os candidatos à Prefeitura de Fortaleza, Francisco Gonzaga (PSTU) propõe a participação popular em decisões nas áreas da educação e segurança, a estatização do transporte público e legalização das drogas com distribuição pelo Estado para o controle do tráfico

Dando continuidade à série de entrevistas do Ceará247 com os candidatos à Prefeitura de Fortaleza, Francisco Gonzaga (PSTU) propõe a participação popular em decisões nas áreas da educação e segurança, a estatização do transporte público e legalização das drogas com distribuição pelo Estado para o controle do tráfico
Dando continuidade à série de entrevistas do Ceará247 com os candidatos à Prefeitura de Fortaleza, Francisco Gonzaga (PSTU) propõe a participação popular em decisões nas áreas da educação e segurança, a estatização do transporte público e legalização das drogas com distribuição pelo Estado para o controle do tráfico (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - Na segunda entrevista do Ceará247 com os candidatos à Prefeitura de Fortaleza, Francisco Gonzaga (PSTU) defendeu um governo com participação direta da população mais pobre e da classe trabalhadora, inclusive com chefes da Polícia eleitos diretamente pelo povo. Entre suas propostas estão a estatização do transporte público para redução da tarifa a zero, a legalização das drogas e o controle da sua distribuição pelo Estado, o funcionamento de todas as escolas municipais em tempo integral e a valorização da carreira dos professores.

Saúde

Ceará247 - O atendimento de saúde é um dos principais problemas apontados pela população de Fortaleza.  A rede municipal parece não atender à demanda da população. Como o(a) senhor(a) pretende resolver o problema?

Francisco Gonzaga – Primeiro, é preciso acabar com o processo de privatização continuada da saúde. Segundo, garantir verbas públicas apenas para a saúde pública, nenhum tostão para iniciativa privada. Também precisamos contratar trabalhadores para suprir a carência de profissionais, assim como melhorar as condições de trabalho e o salário dos profissionais. Além de construir postos de saúde e hospitais.

Ceará247 - A manutenção do IJF compromete praticamente quase toda a arrecadação do IPTU de Fortaleza. Com a ampliação para o IJF II, esse custo deve aumentar ainda mais. Qual a sua proposta para garantir o funcionamento adequado desses equipamentos?

Francisco Gonzaga – Para garantir uma saúde de qualidade para todos os trabalhadores, vamos suspender o pagamento da fraudulenta dívida pública e auditar as contas do município. Os maiores devedores de impostos são as grandes empresas. Nosso governo vai cobrar esta dívida.

Ceará247 - Um dos problemas do IJF é o grande número de atendimentos de pacientes de outros municípios que vem para Fortaleza. Como o(a) senhor(a) pretende lidar com esse problema?

Francisco Gonzaga – A classe trabalhadora precisa ser tratada de forma digna. É um absurdo o que os governantes fazem com a população pobre, ficam jogando a responsabilidade de um para o outro e, no final, não fazem nada para resolver a situação. Vamos atender toda a população, seja da capital ou do interior. Ninguém será discriminado. 

Educação

Ceará247 -  Escola de tempo integral é apontada como alternativa de solução para a melhoria da qualidade do ensino e para enfrentar a violência urbana que atinge principalmente jovens na periferia de Fortaleza.  O(a) senhor(a) pretende implantar quantas escolas de tempo integral (ensino fundamental I e II) em Fortaleza?

Francisco Gonzaga – Vamos garantir que todas as escolas da rede municipal funcionem em tempo integral. Com refeição de qualidade, infraestrutura adequada, atividades diversificadas (tais como música e esportes) e condições de trabalho adequadas para os professores.

Ceará247 - A CF, art. 208, IV assegura o direito à educação infantil, tendo como primeira etapa do processo de educação básica o atendimento em creche e o acesso à pré-escola. Como o(a) senhor(a) pretende universalizar o atendimento da prerrogativa constitucional? 

Francisco Gonzaga – Vamos universalizar o ensino infantil e fundamental. Para isso propomos um plano de obras públicas que terá como uma de suas metas a construção de creches para todas as crianças.

Ceará247 - Qual será a sua política de valorização dos professores, categoria fundamental para uma educação de qualidade?

Francisco Gonzaga – O professor trabalha muito e ganha pouco. Defendemos um aumento geral dos salários dos professores, um salário que permita vida digna aos trabalhadores. Mais horas de planejamento para o professor. Garantia de direitos, tais como licença prêmio e redução da carga horária por tempo ou idade. Fim do assédio moral dentro das escolas e condições dignas de trabalho como, por exemplo, salas de aula climatizadas e com número adequado de estudantes. Quadras, refeitórios, laboratórios e bibliotecas funcionando bem.

Mobilidade e urbanismo

Ceará247 - Fortaleza cresceu de forma desornada nos últimos anos. A mobilidade tem se colocado como um grave problema. Os últimos gestores têm investido em alternativas que apenas amenizam o problema. O transporte público é apontado como a única solução possível. Qual a sua proposta para o problema da mobilidade?

Francisco Gonzaga – Defendemos a estatização sem indenização do transporte, sob controle dos trabalhadores. Rumo à tarifa zero. Propomos a criação de uma empresa pública municipal de transportes, que irá incorporar todos os trabalhadores do setor. Vamos valorizar os salários dos trabalhadores do transporte. Precisamos acabar com lógica privada deste serviço, que submete a grande maioria da população e dos trabalhadores a um inferno diário.

Ceará247 - Fortaleza é uma cidade com poucas áreas verdes, poucas praças e ocupação inadequada dos espaços públicos, incluindo ruas e calçadas. Como o(a) senhor(a) pretende enfrentar a problemática do ordenamento urbano?

Francisco Gonzaga – A partir do primeiro dia de governo vamos chamar a classe trabalhadora, organizada em conselhos populares, para decidir sobre os espaços públicos. E nossa prioridade serão os bairros da periferia. 

Segurança

Ceará247 - O(a) senhor(a) concorda com a proposta de armar a Guarda Municipal e ampliar suas atribuições na segurança pública? 

Francisco Gonzaga – Somos contra a militarização da Guarda Municipal. Defendemos também a desmilitarização da PM e a criação de uma polícia civil unificada, que seja radicalmente democratizada, cujos chefes, além de concursados, sejam eleitos diretamente pela população nas comunidades e nos bairros. Também somos contra a repressão policial aos trabalhadores.

Ceará247 - Que outras propostas  o(a) senhor(a) tem para o problema da violência urbana?

Francisco Gonzaga – Defendemos a legalização das drogas e o controle da sua distribuição pelo Estado, para acabar com o narcotráfico. Junto com isso, o Estado deve garantir campanhas de saúde pública e o atendimento estatal de saúde aos usuários.

Política

Ceará247 - Em Fortaleza, os prefeitos sempre têm conseguido manter uma folgada maioria na Câmara Municipal, negociando apoios em torno de cargos e outros pleitos dos vereadores. Como o(a) senhor(a) pretende estabelecer a relação com os vereadores para conseguir ter maioria?

Francisco Gonzaga – Nós queremos que os Conselhos Populares tenham mais poder do que a Câmara de Vereadores, seus conselheiros sejam eleitos em assembleias populares nos bairros e possam ser revogados a qualquer momento. Devem existir debates públicos, Encontros e Congressos com delegados eleitos nos bairros e regiões de toda cidade que, com as propostas previamente debatidas, definam o que fazer na cidade. Esses delegados serão obrigados a prestar contas regularmente nas assembleias. Os conselhos populares devem controlar e poder decidir sobre 100% do orçamento do município e sobre todo funcionamento da cidade.

Ceará247 - Qual a sua expectativa de relacionamento com o Governo do Estado?

Francisco Gonzaga – Os únicos aliados que queremos são os trabalhadores e o povo pobre, com eles vamos governar.

Ceará247 - Como o(a) senhor(a) analisa o momento conturbado da política brasileira?  O(a) senhor(a) é contra ou a favor do "impeachment" ou  "golpe" que afastou a presidenta Dilma Rousseff?

Francisco Gonzaga – Nossa política para o atual momento é “Fora Temer, Fora Todos Eles! Eleições Gerais Já (com novas regras)! Greve Geral Já”. Temer segue aplicando e aprofundando os ataques iniciados por Dilma. O impeachment apenas “trocou 6 por meia dúzia”.  Eles ficam brigando lá em Brasília para saber quem rouba mais, entretanto, esse pessoal tem um grande acordo: atacar os trabalhadores para garantir os lucros dos banqueiros e grandes empresários, perante a crise econômica que eles mesmos criaram.

Ceará247 - Como  o(a) senhor(a) avalia o governo interino do vice-presidente Michel Temer?

Francisco Gonzaga – Defendemos que a classe trabalhadora derrube o governo Temer. Precisamos organizar os trabalhadores para botar abaixo o pacote de ataques que Temer prepara (tais como as reformas trabalhista e previdenciária) e botar abaixo o próprio governo.

Economia

Ceará247 - Na sua avaliação, quais são as perspectivas de melhoria ou piora do cenário econômico nacional?

Francisco Gonzaga – Estamos diante de uma grande crise econômica. Patrões e governantes querem jogar nas costas da classe trabalhadora todo o peso da crise e com isso favorecer os grandes empresários. Acreditamos que os ricos é quem devem pagar pela crise (que eles mesmos criaram). Estaremos nas ruas contra o desemprego, o arrocho salarial, a retirada de direitos, o corte de verbas nos serviços públicos. Só através da luta direta poderemos reverter esse quadro de ataques.

Ceará247 - O(a) senhor(a) acredita que a Prefeitura pode ter um papel de indutora do desenvolvimento econômico?

Francisco Gonzaga – Defendemos uma Fortaleza para os trabalhadores e para a população pobre. O desenvolvimento não é a mesma coisa para um operário e para um patrão. Queremos acabar com essa lógica do lucro. A riqueza deve está nas mãos da classe trabalhadora. Lutamos por uma sociedade socialista.

Ceará247 - Como  o(a) senhor(a) pretende incentivar o desenvolvimento econômico de Fortaleza? 

Francisco Gonzaga – Um dos principais problemas para os trabalhadores nesse momento é o desemprego. Propomos acabar com desemprego. Para isso vamos criar um plano de obras públicas necessárias, como saneamento básico, postos de saúde, escolas a serem construídas por uma empresa municipal de obras 100% pública e estatal, controlada pelos trabalhadores.

Ceará247 - Quais seriam os setores prioritários de investimento neste sentido?

Francisco Gonzaga – São os trabalhadores e o povo pobre, organizados em conselhos populares, que irão decidir sobre a economia da cidade. 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247