Governador deve retornar domingo ao Ceará

A agenda oficial do governador Camilo Santana na Coreia do Sul será encerrada nesta sexta-feira, com reuniões com os diretores das empresas Posco e Dongkuk, que são acionistas da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). O governador esteve toda esta semana em visita à China e Coreia, em busca de investimentos para o desenvolvimento econômico do Estado. O retorno ao Ceará está previsto para o próximo domingo.

A agenda oficial do governador Camilo Santana na Coreia do Sul será encerrada nesta sexta-feira, com reuniões com os diretores das empresas Posco e Dongkuk, que são acionistas da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). O governador esteve toda esta semana em visita à China e Coreia, em busca de investimentos para o desenvolvimento econômico do Estado. O retorno ao Ceará está previsto para o próximo domingo.
A agenda oficial do governador Camilo Santana na Coreia do Sul será encerrada nesta sexta-feira, com reuniões com os diretores das empresas Posco e Dongkuk, que são acionistas da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). O governador esteve toda esta semana em visita à China e Coreia, em busca de investimentos para o desenvolvimento econômico do Estado. O retorno ao Ceará está previsto para o próximo domingo. (Foto: Fatima 247)

A agenda oficial do governador Camilo Santana na Coreia do Sul será encerrada nesta sexta-feira, com reuniões com os diretores das empresas Posco e Dongkuk, que são acionistas da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). Após passar a semana em viagem à China e Coreia, o retorno do governador está previsto para o próximo domingo.

Ontem (17), o Camilo Santana visitou à Korea Gas Corporation (Kogas), em Incheon, na Coreia do Sul, e reforçou o interesse do Ceará para a instalação de uma unidade fixa de regaseificação na Zona de Processamento de Exportação (ZPE), no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). O governador teve uma reunião com o presidente da Kogas, Seung Hoon Lee. A companhia é dona do maior complexo coreano de produção e fornecimento de gás natural.  "A ZPE oferece todas as condições para receber o terminal de gás. Tenho convicção de que o empreendimento será muito importante para o desenvolvimento do nosso estado nessa área", afirmou o governador.

No mês de setembro, o Governo do Estado já havia assinado um memorando de entendimento com a Kogas para a instalação de um terminal de Gás Natural Liquefeito no Pecém. Agora, será criado um grupo de trabalho misto (Ceará e Kogas) para dar continuidade à análise do processo de implementação. 

De acordo com o governador Camilo Santana, o Estado tem investido de forma significativa em infraestrutura e em atração de novos investimentos na última década. “Há menos de 10 anos, o Ceará praticamente não gerava sua própria energia. Ou seja, ela era gerada em outros estados. Agora, estamos investindo muito em geração de energias renováveis, incluindo eólica, gás e carvão”, ressalta.

 



Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247