Governo de Goiás exonera comissionados e corta 1.335 cargos

Medidas integram o novo programa de austeridade fiscal lançado pelo governador Marconi Perillo após acordo entre os estados e a União; reconduções de servidores serão definidas por cada titular das pastas, com base na orientação do governador de se promover um “choque na acomodação”, garantindo a recontratação com base em critérios técnicos; Goiás já tem atualmente a estrutura administrativa mais enxuta do Brasil, com apenas 10 secretarias

marconi
marconi (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Em cumprimento ao Programa de Austeridade pelo Crescimento do Estado de Goiás, aprovado pela Assembleia Legislativa, o governo de Goiás publica no Diário Oficial do Estado, em Suplemento à edição do dia 30 de dezembro de 2016, dois decretos com medidas de redução dos gastos com pessoal no Poder Executivo.

Os decretos exoneram todos os servidores comissionados do Estado e preveem o corte de 1.335 cargos. As reconduções serão definidas por cada titular das pastas, com base na orientação do governador de se promover um “choque na acomodação”, garantindo a recontratação com base em critérios técnicos, com foco na eficiência e na aferição de resultados. Caberá aos secretários a tarefa de indicar os nomes a serem reconduzidos. 

Com o Programa de Austeridade pelo Crescimento do Estado de Goiás, o Governo de Goiás resguarda a administração estadual dos efeitos do agravamento da crise econômica nacional, garantindo a plena manutenção dos serviços em Educação, Saúde e Segurança Pública, a continuidade dos investimentos e dos programas sociais e o pagamento, rigorosamente em dia, da folha salarial do funcionalismo.

Goiás foi o primeiro estado a tomar novas medidas de ajuste fiscal depois do acordo firmado entre governadores e o governo federal.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247