Governo do Estado recebe premiação por boas práticas em hospitais

Os dois hospitais premiados são o Hospital Infantil Albert Sabin e o Hospital Geral Dr. César Cals. Os gestores e profissionais, principalmente da enfermagem, comemoram a mais nova certificação, entregue no Simpósio Internacional de Acesso Vascular, realizado no último dia 6 de agosto, em São Paulo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - Dois hospitais públicos foram premiados na categoria diamante na certificação pela 3M do Brasil pela excelência na fixação segura de cateteres, de um total de 30 entre públicos e privados que participaram da premiação. Os dois são da rede pública do Governo do Estado: o Hospital Infantil Albert Sabin e o Hospital Geral Dr. César Cals. Os gestores e profissionais, principalmente da enfermagem, comemoram a mais nova certificação, entregue no Simpósio Internacional de Acesso Vascular, realizado no último dia 6 de agosto, em São Paulo.

A enfermeira coordenadora do Grupo de Acesso Venoso do Albert Sabin,  Ana Valeska Siebra Silva, afirma que "a certificação significa que há excelência no serviço de fixação de cateteres do nosso hospital, com segurança para o paciente". Ela informa que para ter esse reconhecimento o hospital foi avaliado em diferentes períodos, seguindo boas práticas assistenciais estabelecidas em manuais e protocolos.

Já para a enfermeira coordenadora da UTI de adultos do Hospital César Cals, Silvana Feitosa Soares, com as boas práticas da fixação segura de cateteres "é possível preservar o conforto dos pacientes e alinhar o hospital de acordo com as recomendações das instituições nacionais e internacionais, como o Centers for Healthcare Epidemiology of America (CDC), o Infusion Nurse Society  (NS) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)". Ela destaca, que "é também seguindo as boas práticas que o Hospital César Cals diminui os riscos de infecção hospitalar e ainda reduz desperdícios e custos".

A segurança do paciente, a assistência com qualidade e a otimização de custos são cada vez mais requisitos fundamentais nos hospitais e unidades de saúde. Com a certificação em fixação segura, recebida pelos dois hospitais da rede pública estadual, ficam implantados protocolos de fixação de cateteres em todas as etapas na rotina dos hospitais e unidades de saúde. A terapia intravenosa ocupa 75% do tempo dos profissionais de enfermagem, o que confirma a importância na priorização do planejamento dos cuidados com os pacientes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email