Governo JB conseguirá pagar 13º em dezembro

O governador Jackson Barreto (PMDB) se reuniu ontem com oito secretários, dentre os quais Jefferson Passos (Fazenda); disse que foi feito as contas para pagar o salário dos servidores referente ao mês de novembro e a diferença do 13º salário dos servidores, que já recebem uma parcela no mês do seu aniversário; ressaltou que a sua preocupação neste final de ano é com pagamento de pessoal e que vai dar para pagar a diferença do 13º, ficando o salário de dezembro para janeiro

O governador Jackson Barreto (PMDB) se reuniu ontem com oito secretários, dentre os quais Jefferson Passos (Fazenda); disse que foi feito as contas para pagar o salário dos servidores referente ao mês de novembro e a diferença do 13º salário dos servidores, que já recebem uma parcela no mês do seu aniversário; ressaltou que a sua preocupação neste final de ano é com pagamento de pessoal e que vai dar para pagar a diferença do 13º, ficando o salário de dezembro para janeiro
O governador Jackson Barreto (PMDB) se reuniu ontem com oito secretários, dentre os quais Jefferson Passos (Fazenda); disse que foi feito as contas para pagar o salário dos servidores referente ao mês de novembro e a diferença do 13º salário dos servidores, que já recebem uma parcela no mês do seu aniversário; ressaltou que a sua preocupação neste final de ano é com pagamento de pessoal e que vai dar para pagar a diferença do 13º, ficando o salário de dezembro para janeiro (Foto: Valter Lima)

247 - O governador Jackson Barreto (PMDB) se reuniu ontem com oito secretários, dentre os quais Jefferson Passos (Fazenda). Disse que foi feito as contas para pagar o salário dos servidores referente ao mês de novembro e a diferença do 13º salário dos servidores, que já recebem uma parcela no mês do seu aniversário. Ressaltou que a sua preocupação neste final de ano é com pagamento de pessoal e que vai dar para pagar a diferença do 13º, ficando o salário de dezembro para janeiro.

A informação é da jornalista Rita Oliveira, do Jornal do Dia.

Segundo ela, o governador disse que já é fato decisivo que nenhuma categoria de servidor terá qualquer benefício antes da implantação do Plano de Cargos, Carreira e Vencimento (PCCV) dos servidores, que são os que menos recebem na administração estadual. Comemorou o fato do Limite Prudencial com a folha de pessoal ter baixado de 49% para 47%. "Quando chegar a 46% implantaremos o PCCV", comemora JB, enfatizando a necessidade de fazer justiça com os que são considerados barnabés do Estado.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247