Governo libera aporte de R$ 140 milhões para a saúde

O governo do Rio Grande do Sul autorizou a liberação de R$ 140 milhões de recursos de receita própria para custear serviços de saúde pública; após reunir-se com a equipe do Tesouro, o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, definiu o repasse imediato de R$ 80,5 milhões para o pagamento de convênios com hospitais e municípios, alguns vencidos desde a virada do ano; outros R$ 23,5 milhões serão disponibilizados para quitar dívidas com fornecedores de medicamentos

O governo do Rio Grande do Sul autorizou a liberação de R$ 140 milhões de recursos de receita própria para custear serviços de saúde pública; após reunir-se com a equipe do Tesouro, o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, definiu o repasse imediato de R$ 80,5 milhões para o pagamento de convênios com hospitais e municípios, alguns vencidos desde a virada do ano; outros R$ 23,5 milhões serão disponibilizados para quitar dívidas com fornecedores de medicamentos
O governo do Rio Grande do Sul autorizou a liberação de R$ 140 milhões de recursos de receita própria para custear serviços de saúde pública; após reunir-se com a equipe do Tesouro, o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, definiu o repasse imediato de R$ 80,5 milhões para o pagamento de convênios com hospitais e municípios, alguns vencidos desde a virada do ano; outros R$ 23,5 milhões serão disponibilizados para quitar dívidas com fornecedores de medicamentos (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - O governo do Rio Grande do Sul autorizou, nesta segunda-feira (21), a liberação de R$ 140 milhões de recursos de receita própria para custear serviços de saúde pública. Após reunir-se com a equipe do Tesouro, o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, definiu o repasse imediato de R$ 80,5 milhões para o pagamento de convênios com hospitais e municípios, alguns vencidos desde a virada do ano. Outros R$ 23,5 milhões serão disponibilizados nesta terça-feira (22) para quitar dívidas com fornecedores de medicamentos.

Para atender decisões judiciais em favor de hospitais e prefeituras, a Fazenda já programou mais R$ 40,6 milhões em repasses até o final deste mês. Após complementar a folha salarial dos servidores do Poder Executivo e a parcela atrasada da dívida com a União, no último dia 11, o repasse para a Secretaria da Saúde é o primeiro compromisso da Fazenda envolvendo um maior volume de recursos da arrecadação própria.

REPASSES PARA SAÚDE:

- Hospitais Públicos: R$ 13 milhões
- Hospitais Filantrópicos: R$ 48,6 milhões
- Repasses Programas Municipais: R$ 17 milhões
- Medicamentos (incluindo os fornecidos por decisão judiciais): R$ 23,5 milhões
- Custeio da Secretaria de Saúde: R$ 1,5 milhão
- Liminares da Justiça (prefeituras): R$ 40,6 milhões

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247