Governo quer alfabetizar 66 mil em idade adulta

Com o objetivo de reduzir o índice de analfabetismo e minimizar as desigualdades sociais, o governo de Sergipe, por meio da Secretaria da Educação (Seed), lançou o Programa Sergipe Alfabetiza Mais (AMA); em três anos, o projeto pretende alfabetizar 66 mil sergipanos acima de 25 anos; em Sergipe 17% da população com mais de 25 anos ainda é analfabeta; de 2001 a 2014 o Brasil reduziu em 4,3 pontos percentuais o número de analfabetismo

Com o objetivo de reduzir o índice de analfabetismo e minimizar as desigualdades sociais, o governo de Sergipe, por meio da Secretaria da Educação (Seed), lançou o Programa Sergipe Alfabetiza Mais (AMA); em três anos, o projeto pretende alfabetizar 66 mil sergipanos acima de 25 anos; em Sergipe 17% da população com mais de 25 anos ainda é analfabeta; de 2001 a 2014 o Brasil reduziu em 4,3 pontos percentuais o número de analfabetismo
Com o objetivo de reduzir o índice de analfabetismo e minimizar as desigualdades sociais, o governo de Sergipe, por meio da Secretaria da Educação (Seed), lançou o Programa Sergipe Alfabetiza Mais (AMA); em três anos, o projeto pretende alfabetizar 66 mil sergipanos acima de 25 anos; em Sergipe 17% da população com mais de 25 anos ainda é analfabeta; de 2001 a 2014 o Brasil reduziu em 4,3 pontos percentuais o número de analfabetismo (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Sergipe  - Com o propósito de reduzir o índice de analfabetismo e minimizar as desigualdades sociais, o governo de Sergipe, por meio da Secretaria da Educação (Seed), lançou o Programa Sergipe Alfabetiza Mais (AMA). Em três anos, o projeto pretende alfabetizar 66 mil sergipanos acima de 25 anos.

O Programa é mais uma iniciativa que reforça o compromisso do Governo do Estado com a melhoria da qualidade do ensino. Trata-se de uma ação articulada e intersetorial entre a União, as Secretarias de Estado e/ou órgãos da administração direta e indireta, municípios e sociedade civil organizada.

De acordo com o secretário da Seed, Jorge Carvalho, uma das preocupações do Governo do Estado é o alto índice de analfabetismo. “O AMA faz parte das ações estabelecidas pela Secretaria e visa alfabetizar e oferecer as condições de continuidade dos estudos aos jovens, adultos e idosos”, diz.

Para ele, será possível promover e assegurar a permanência dessas pessoas no processo educativo, garantindo-lhes as oportunidades necessárias à apropriação do conhecimento formal, exercício da cidadania e seguridade social.

Sergipe Alfabetiza Mais

Em Sergipe 17% da população com mais de 25 anos ainda é analfabeta. Com o AMA haverá uma significativa mudança desta realidade. “É imprescindível salientar que a Educação é um meio que pode transformar para melhor a vida das pessoas. Pensando nisso é que o projeto foi implantado”, reforça Carvalho.

O Programa coordenado pela Seed contará com a parceria das Secretarias de Inclusão e Desenvolvimento Humano (Seidh), Agricultura (Seagri), Saúde, Detran e Secretarias Municipais de Assistência e Saúde.

Os cursos serão modulares, com duração de oito meses, com carga horária semanal de 10 horas, totalizando 320 horas de atividades. O AMA será composto de seis eixos: Gestão Político-Administrativa; Gestão Pedagógica; Formação Iniciada e Continuada para Alfabetizadores e Coordenadores de Turma; Materiais Didáticos; Avaliação do Processo Ensino e Aprendizagem; Avaliação e Monitoramento do Programa.

Indicadores Nacionais

De 2001 a 2014 o Brasil reduziu em 4,3 pontos percentuais o número de analfabetismo. Segundo o que aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2014, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada em novembro de 2015, a taxa de analfabetismo da população com 15 ou mais foi estimada em 8,3%.

Dessa maneira, de acordo com IBGE, no Brasil há 2,5 milhões de pessoas analfabetas a menos, em relação a 2001. Tanto no cenário nacional, quanto no estado, o maior desafio é a alfabetização dos brasileiros maiores de 60 anos. Conforme aponta a pesquisa, 23,1% dos analfabetos estão nesta faixa etária, e esse percentual caiu 1,3 ponto em relação a 2012.

O analfabetismo se concentra mais na área rural. Mesmo com a maior redução do analfabetismo, o Nordeste ainda conta com um elevado índice. Em 10 anos, de 2004 a 2014, a região teve a maior redução de 5,8 pontos, assim passando de 22,4% para 16,6%. O Norte passou de 13% para 9%, reduzindo 4 pontos; O Centro-Oeste contou com a redução de 2,7 pontos, de 9,2% passou a registrar 6,5%; O Sudeste reduziu 2 pontos. Esta região antes registrava 6,6% e reduziu para 4,6%. Já o Sul apresentou uma queda de 1,9 ponto, de 6,3% para 4,4%.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247