Governo vai reunir com prefeitos para debater CPMF

Segundo informações do líder do governo, deputado José Guimarães, a reunião que será com a presidenta Dilma Rousseff, foi um pedido tanto da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), para discutir possíveis mudanças na proposta de emenda institucional (PEC) encaminhada pelo governo ao Congresso. A nova CPMF  representaria um aporte extra de R$ 758 milhões/ano para as prefeituras do Ceará

Segundo informações do líder do governo, deputado José Guimarães, a reunião que será com a presidenta Dilma Rousseff, foi um pedido tanto da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), para discutir possíveis mudanças na proposta de emenda institucional (PEC) encaminhada pelo governo ao Congresso. A nova CPMF  representaria um aporte extra de R$ 758 milhões/ano para as prefeituras do Ceará
Segundo informações do líder do governo, deputado José Guimarães, a reunião que será com a presidenta Dilma Rousseff, foi um pedido tanto da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), para discutir possíveis mudanças na proposta de emenda institucional (PEC) encaminhada pelo governo ao Congresso. A nova CPMF  representaria um aporte extra de R$ 758 milhões/ano para as prefeituras do Ceará (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - A presidente Dilma Rousseff se reunirá com prefeitos na próxima quinta-feira (22) para negociar a aprovação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), segundo informações do líder do governo, deputado José Guimarães . A programação foi informada durante reunião com o ministro Ricardo Berzoini, da Secretaria de Governo.
O presidente da Aprece - Associação dos Municípios do Ceará, Expedito José Nascimento, estará representando os prefeitos cearenses na reunião. Segundo ele, a nova CPMF poderá representar um aporte extra de R$ 758 milhões a serem distribuídos entre as 184 prefeituras do Ceará por ano.
 
A reunião foi um pedido tanto da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) como da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) para discutir possíveis mudanças na proposta de emenda institucional (PEC) encaminhada pelo governo ao Congresso. Segundo a PEC, a "nova CPMF" arrecadaria 0,20% sobre movimentações financeiras para o caixa da União. Governadores e prefeitos pleiteiam uma parcela dos ganhos; para que isso aconteça, a proposta é elevar a alíquota para 0,38%
 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247