Governos se unem para investir em logística

Bahia vai ampliar a capacidade de escoamento de produção por meio das rodovias, ferrovias, aeroportos e portos do Estado; informação foi divulgada durante reunião entre a presidente Dilma Rousseff, o governador Rui Costa e empresários baianos, em Salvador; foram apresentados detalhes do Programa de Investimento em Logística (PIL) 2015-2018, lançado em junho deste ano pelo governo federal; "Essa é a nossa mais recente aposta. A logística tem sido uma das principais estratégias. Este é o momento adequado para contarmos com a iniciativa privada. Poucos estados têm uma condição portuária como nós temos", disse Rui

Bahia vai ampliar a capacidade de escoamento de produção por meio das rodovias, ferrovias, aeroportos e portos do Estado; informação foi divulgada durante reunião entre a presidente Dilma Rousseff, o governador Rui Costa e empresários baianos, em Salvador; foram apresentados detalhes do Programa de Investimento em Logística (PIL) 2015-2018, lançado em junho deste ano pelo governo federal; "Essa é a nossa mais recente aposta. A logística tem sido uma das principais estratégias. Este é o momento adequado para contarmos com a iniciativa privada. Poucos estados têm uma condição portuária como nós temos", disse Rui
Bahia vai ampliar a capacidade de escoamento de produção por meio das rodovias, ferrovias, aeroportos e portos do Estado; informação foi divulgada durante reunião entre a presidente Dilma Rousseff, o governador Rui Costa e empresários baianos, em Salvador; foram apresentados detalhes do Programa de Investimento em Logística (PIL) 2015-2018, lançado em junho deste ano pelo governo federal; "Essa é a nossa mais recente aposta. A logística tem sido uma das principais estratégias. Este é o momento adequado para contarmos com a iniciativa privada. Poucos estados têm uma condição portuária como nós temos", disse Rui (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - A Bahia vai ampliar a capacidade de escoamento de produção por meio das rodovias, ferrovias, aeroportos e portos do Estado. A informação foi divulgada na tarde de sexta-feira (14), durante reunião entre a presidente Dilma Rousseff, o governador Rui Costa, outras autoridades e empresários baianos, no Senai Cimatec, em Salvador. No encontro, foram apresentadas oportunidades de negócios que devem surgir a partir do Programa de Investimento em Logística (PIL) 2015-2018, lançado em junho deste ano pelo Governo Federal.

"Essa é a nossa mais recente aposta. A logística tem sido uma das principais estratégias. Este é o momento adequado para contarmos com a iniciativa privada. Poucos estados têm uma condição portuária como nós temos. A Bahia tem vários diferenciais competitivos, atrativos para se investir. Estamos trabalhando para melhorar ainda mais a logística e garantir oportunidades", afirma o governador Rui Costa.

Entre os principais projetos baianos contemplados no PIL está a duplicação de cerca de 200 quilômetros do trecho Feira de Santana/Gandu, da BR-101, com investimentos da ordem de R$1,6 bilhão.

A expansão do desenvolvimento nacional passa de forma expressiva pela Bahia, e o programa marca um avanço para a infraestrutura de transportes, não só do estado, mas do país.

A Bahia foi o primeiro estado brasileiro a receber o modelo de evento, que convida o empresariado a investir em diversos setores. Na próxima semana, Dilma Rousseff se reúne com o empresariado de Pernambuco, no Recife.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email