Graça Costa alerta sobre a tentativa acabar com direitos trabalhistas

A secretária nacional de Relações de Trabalho da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Graça Costa, participou de encontro com sindicalistas gaúchos, em Porto Alegre e deu entrevista ao portal Sul 21 alertando sobre os riscos que estão correndo os direitos dos trabalhadores com a tentativa de golpe em curso no Brasil

A secretária nacional de Relações de Trabalho da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Graça Costa, participou de encontro com sindicalistas gaúchos, em Porto Alegre e deu entrevista ao portal Sul 21 alertando sobre os riscos que estão correndo os direitos dos trabalhadores com a tentativa de golpe em curso no Brasil
A secretária nacional de Relações de Trabalho da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Graça Costa, participou de encontro com sindicalistas gaúchos, em Porto Alegre e deu entrevista ao portal Sul 21 alertando sobre os riscos que estão correndo os direitos dos trabalhadores com a tentativa de golpe em curso no Brasil (Foto: Fatima 247)

A sindicalista cearense Graça Costa, secretária nacional de Relações de Trabalho da Central Única dos Trabalhadores (CUT),  alertou em entrevista ao portal Sul 21 que a verdadeira agenda dos articuladores do golpe é o ataque aos direitos trabalhistas conquistados há décadas e previstos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Segundo ela, há 55 projetos tramitando silenciosamente no Congresso Nacional que retiram direitos dos trabalhadores. “Hoje, nós temos um mapa de 55 projetos que, para nós, são os mais prejudiciais à classe trabalhadora. Destes, nós destacamos 11, que são os mais fortes. O PL da terceirização encabeça essa lista. Ele é o objeto de paixão do empresariado brasileiro”.

Para Graça Costa é preciso defender agora a democracia como a possibilidade de também garantir direitos. "Temos críticas e divergências fortes em relação a determinadas políticas do governo, em especial na área econômica, mas se não conseguirmos garantir a democracia, também não conseguiremos garantir nossos direitos. Os mesmos que estão contra nós, nas pautas trabalhistas e de direitos humanos, estão na linha de frente da tentativa de golpe. Para nós isso está muito claro. Só vamos conseguir ampliar nossos direitos se vivermos em um ambiente democrático".

Graça Costa disse ainda que a Secretaria de Relações de Trabalho da CUT está acompanhando a tramitação desses projetos na Câmara dos Deputados e no Senado para unificar as informações. Para ela, "a linha da maioria dos atuais parlamentares é desregulamentar todos os nossos direitos, tudo o que conquistamos nas últimas décadas. No dia 21 de março nós comemoramos 84 anos da carteira de trabalho. A nossa avaliação é que estamos correndo o risco de perder o que conquistamos neste período"

Veja a entrevista completa de Graça Costa no portal Sul 21

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247