Grazielly, 3, morta por um jet ski pilotado por garoto que fugiu de helicóptero

Grazielly Lames, uma menina de 3 anos, foi atingida por um jet ski desgovernado, pilotado por um adolescente,em Bertioga, litoral norte de So Paulo; na confuso, o adolescente que matou a garota no prestou socorro; fugiu no helicptero do pai; corpo foi enterrado hoje cedo; delegado no ir se pronunciar para no atrapalhar as investigaes

Grazielly, 3, morta por um jet ski pilotado por garoto que fugiu de helicóptero
Grazielly, 3, morta por um jet ski pilotado por garoto que fugiu de helicóptero (Foto: Arquivo Pessoal)

247 com Agência Estado - Eis uma tragédia tipicamente brasileira, que combina irresponsabilidade, omissão e impunidade. Grazielly Lames, uma linda garotinha de 3 anos, visitava Bertioga pela primeira vez e conhecia o mar. Brincava na areia, fazendo castelinhos, quando foi atingida na cabeça por um jet ski desgovernado, que era pilotado por adolescente, numa das áreas nobres do litoral norte de São Paulo. Grazielly não resistiu. Morreu na hora.

O adolescente, que não podia pilotar um jet ski, fugiu na hora. E antes mesmo que fosse ouvido pela polícia, deixava o litoral num helicóptero, acompanhado do pai. Ou seja: não foi possível nem registrar o flagrante. “O jet ski veio para cima dela em alta velocidade e desgovernado, atingindo-a na cabeça”, disse Edileir Rodrigues Lames, tio da vítima, ao jornal Folha de S. Paulo. “Ela era uma menina doce, amorosa e inteligente.”

O pai do adolescente e dono do jet ski tratou imediatamente de providenciar a fuga – tanto sua como do filho. De acordo com a Capitania dos Portos, é preciso possuir habilitação para pilotar jet skis, tendo passado por aulas práticas e testes psicológicos. Mas as leis, nas águas brasileiras, não são fiscalizadas e tragédias como a de Grazielly se repetem a cada ano.

Enterro

O corpo de Grazielly Almeida Lames foi enterrado na manhã desta segunda-feira, 20, em Arthur Nogueira, região de Campinas, no interior de São Paulo. O corpo chegou ao velório do cemitério Municipal de Arthur Nogueira por volta das 20h30 de ontem e foi sepultado às 10 horas desta segunda.

Investigações

Segundo testemunhas, um adolescente, de cerca de 14 anos, estaria pilotando a embarcação e teria perdido controle do jet sky, que seguiu desgovernado para a praia, atingido a criança. De acordo com a polícia, o delegado titular da delegacia sede de Bertioga, Mauricio Barbosa Junior, responsável pela investigação não vai se pronunciar para não prejudicar as investigações.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247