Greve de servidores de BH continua

Os servidores públicos de BH decidiram por manter a greve na cidade, que já dura duas semanas; a revindicação principal da classe é o reajuste salarial de 25%, para ser pago em 2015 e 2016; outra assembleia está marcada para a próxima sexta

Os servidores públicos de BH decidiram por manter a greve na cidade, que já dura duas semanas; a revindicação principal da classe é o reajuste salarial de 25%, para ser pago em 2015 e 2016; outra assembleia está marcada para a próxima sexta
Os servidores públicos de BH decidiram por manter a greve na cidade, que já dura duas semanas; a revindicação principal da classe é o reajuste salarial de 25%, para ser pago em 2015 e 2016; outra assembleia está marcada para a próxima sexta (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 -  Após assembleia ocorrida durante a tarde desta terça-feira (20) em Belo Horizonte, os servidores de BH, representados pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Belo Horizonte (Sindibel) decidiram por continuar a greve que já dura duas semanas.

A principal revindicação do grupo é o reajuste salarial de 25%, a ser pago em 2015 e 2016. A contraproposta enviada pela prefeitura da capital oferece um aumento de 5% aos servidores, que não consideram o valor justo. 

Uma nova assembleia foi marcada para a próxima sexta-feira (23), em frente a Câmara Municipal - a expectativa é que o governo faça outra contraproposta aos servidores. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email