Greve podem afetar eventos das Olimpíadas em BH

Os cerca de 180 servidores municipais efetivos que atuam na Belotur, em Belo Horizonte, decretaram greve geral a partir da próxima quarta-feira (13), com o objetivo de pressionar a empresa pública a conceder um reajuste salarial para os trabalhadores; eventos ligados as Olimpíadas programados para ocorrer em Belo Horizonte, já nas próximas semanas, podem ser afetados

Os cerca de 180 servidores municipais efetivos que atuam na Belotur, em Belo Horizonte, decretaram greve geral a partir da próxima quarta-feira (13), com o objetivo de pressionar a empresa pública a conceder um reajuste salarial para os trabalhadores; eventos ligados as Olimpíadas programados para ocorrer em Belo Horizonte, já nas próximas semanas, podem ser afetados
Os cerca de 180 servidores municipais efetivos que atuam na Belotur, em Belo Horizonte, decretaram greve geral a partir da próxima quarta-feira (13), com o objetivo de pressionar a empresa pública a conceder um reajuste salarial para os trabalhadores; eventos ligados as Olimpíadas programados para ocorrer em Belo Horizonte, já nas próximas semanas, podem ser afetados (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - Os cerca de 180 servidores municipais efetivos que atuam na Belotur, em Belo Horizonte, decretaram greve geral a partir da próxima quarta-feira (13), com o objetivo de pressionar a empresa pública a conceder um reajuste salarial para os trabalhadores. Eventos ligados as Olimpíadas programados para ocorrer em Belo Horizonte, já nas próximas semanas, podem ser afetados.

Inicialmente, a categoria pediu um reajuste de 25%, mas o percentual foi negado pela empresa e pela prefeitura, que ofereceram 5%, de acordo com o sindicato. O impasse seguiu para o Ministério do Trabalho. Após uma mediação, a categoria aceitou receber 8,34%, mas Belotur e o Executivo não teriam aceitado pagar o aumento.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247